Inovação

Estas roupas feita de algas fazem fotossíntese como as plantas

por: Vitor Paiva

Sendo um dos mais poluentes mercados do mundo, o futuro da indústria têxtil encaminha-se urgentemente para uma produção ecologicamente correta. E se proteger a natureza é o objetivo, porque não utilizar a própria natureza para produzir tecidos sustentáveis? Porque não produzir um tecido vivo, que seja parte do imenso ecossistema que tentamos proteger? É isso que a designer iraniana-canadense Roya Aghihi desenvolveu com sua marca Biogarmentry, um tecido feito a partir de alga que transforma dióxido de carbono em oxigênio utilizando a boa e velha fotossíntese.

Feita em parceria com a University of British Columbia e a Emily Carr University, a Biogarmentry é um novo e revolucionário passo na luta por transformar a indústria têxtil em um mercado ecologicamente correto.

O tecido é feito a partir de uma alga unicelular chamada clothichlamydomonas reinhardtii que, para tornar-se um tecido sólido, é misturada a nanopolímeros – resultando em um tecido leve, capaz de realizar fotossíntese e, assim, produzir oxigênio. E, sendo efetivamente uma planta, o tecido só precisa ser molhado de vez em quando para sua manutenção.

“A Biogarmentry sugere uma mudança completa mais do que somente pequenas mudanças”, disse Aghighi. “O aspecto vivo do tecido irá transformar a relação dos usuários com suas roupas, mudando o comportamento coletivo em nossos hábitos pautados pelo consumo no sentido de formar um futuro sustentável”, afirmou. O “tempo de vida” atual do tecido é de um mês e, como qualquer planta, ao fim desse período as peças da Biogarmentry podem ser utilizadas em composteiras.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Bolhas criam barreiras para interceptar plástico em rios de Amsterdã