Inovação

Fim de semana de 3 dias testado pela Microsoft Japão aumenta produtividade em 40%

por: Gabriela Glette

Está mais do que na hora das pessoas começarem a repensar sua relação com o trabalho. O aumento de casos de estresse, ansiedade e depressão nos mostra que estamos trabalhando demais, o que começa a afetar a saúde da população mundial. Diante disto, a Microsoft Japão realizou um experimento em agosto deste ano, estipulando uma semana de 4 dias de trabalho aos seus funcionários. O resultado? A empresa contabilizou um aumento de 40% de produtividade.

microsoft-japão-trabalho-1

Cerca de 2300 funcionários da Microsoft foram liberados do trabalho nas sextas-feiras, sem redução de salário, tampouco sem diminuição das férias anuais. Naturalmente, o experimento provou ser um enorme sucesso e é fácil concluir o porquê. Funcionários descansados e felizes usam melhor o tempo de trabalho, produzindo mais.

microsoft japão trabalho 2

Em uma pesquisa realizada pela International Stress Management Asssociation, sobre os países mais estressados do mundo, a conclusão é de que o Japão é o líder absoluto, com 70% da população economicamente ativa sofrendo de burnout. Caso de saúde pública, as empresas começaram a perceber que precisam mudar as regras se quiserem continuar produzindo. Segundo Takuya Hirano – CEO da Microsoft Japão: É necessário ter um ambiente que permita que você sinta seu objetivo na vida e tenha um impacto maior no trabalho. Quero que os funcionários pensem e experimentem como podem alcançar os mesmos resultados com 20% menos tempo de trabalho”.

microsoft-japão-trabalho-3

Trabalho e qualidade de vida

No entanto, existe uma linha tênue entre trabalho e qualidade de vida. Se trabalhar é essencial para conquistarmos nossos sonhos e objetivos, acabamos nos tornando escravos dele. Trabalhamos para manter um estilo de vida, que não necessariamente nos faz feliz. Quantas vezes você foi para o escritório e ficou enrolando no computador até a hora de ir embora?

microsoft-japão-trabalho-4

No Japão, o excesso de trabalho já é uma questão de saúde pública. Com números cada vez mais crescentes de síndrome de burnout e internações, o país até criou o termo “Karoshi”, que significa morte por execesso de trabalho. As principais causas médicas das mortes pelo karoshi são ataque do coração e derrame devido ao estresse.

microsoft-japão-trabalho-5

Publicidade

Fotos: Unsplash


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Winnie Bueno criou o ‘Tinder dos Livros’ para democratizar leitura entre negros