Ciência

Planta amazônica que pode agir contra tumor está sendo estudada por cientistas brasileiros

por: Vitor Paiva

Conhecida popularmente como Unha-de-gato, a planta amazônica Uncaria guianensis já vem sendo utilizada como medicamento por sua ação anti-inflamatória e imunomoduladora. Com aprovação da Anvisa para seu uso em comprimido, cápsula ou gel, a planta agora é matéria-prima de um novo estudo, realizado por pesquisadores de Ribeirão Preto e São Carlos, para o desenvolvimento de formas modificadas da planta, a fim de obter uma nova estrutura química com ação terapêutica ainda mais potente, utilizando o próprio metabolismo da planta para realizar tais modificações.

A Unha-de-gato é tem sua capacidade de combater tumores e inflamações comprovada, e a nova pesquisa pretende potencializar a produção de alcaloides pela planta, através de um protocolo intitulado “biossíntese dirigida pelo precursor”. Através dele, plantas jovens de até 15 centímetros de altura são cultivadas em laboratório, em recipientes preparados com água e nutrientes. Trata-se de uma abordagem de “química verde”, livre de solventes, reagentes, em sistema in vitro de desenvolvimento da planta.

Dessa forma, é a própria planta quem faz a síntese que potencializa os alcaloides. Os alcaloides são fundamentais no desenvolvimento de medicamentos, como a morfina, extraída da flor da papoula. A nova pesquisa vem sendo realizada com apoio da FAPESP e foi publicado na revista Scientific Reports por pesquisadores ligados a Universidade de Ribeirão Preto e da Universidade Federal de São Carlos.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Como os materiais magnéticos podem ajudar a remover o petróleo da água