Debate

Relato denuncia política racista do Facebook contra funcionários negros

por: Gabriela Glette

Há cerca de um ano, um ex-gerente que trabalhava no FacebookMark Luckie, publicou um texto destacando os padrões de agressão contra funcionários negros em uma das maiores empresas do mundo. No entanto, depois de chacoalhar a imagem da companhia fundada por Mark Zuckerberg, as coisas não parecem ter mudado como deveriam. Recentemente, um grupo de funcionários negros, latino-americanos e asiáticos, criaram um perfil no Medium denunciando novos problemas que o grupo vem sofrendo dentro do escritório do Facebook.

funcionários denunciam facebook 2

No perfil, que recebeu o nome de FB Blind, há relatos de incidentes discriminatórios e racistas sofridos por alguns funcionários, com direito a capturas de tela do aplicativo interno, que mostram os tipos de abusos aos quais funcionários negros estão sujeitos, mesmo depois do alvoroço do ano passado. Eles ainda destacam que as melhorias são apenas fachada, já que atrás dos diversos pôsters nas paredes e palestras motivacionais, existe uma política clara de desrespeito e preconceito.

funcionários denunciam facebook 1

Infelizmente, parece que pouco mudou para garantir que as pessoas sejam reconhecidas, capacitadas e tratadas de maneira igual por seus gerentes e colegas. Entre tantos relatos perturbadores, está o de um funcionário que relatou que seu gerente tentou convencer dois colegas a dar um feedback negativo sobre seu desempenho. A tentativa foi refutada pelos colegas, que levaram o caso ao RH. Outro ainda mostra um funcionário negro que recebeu o pedido de dois colegas brancos para limpar o ambiente após o café da manhã.

funcionários denunciam facebook 3

Um funcionário que acabava de ser promovido gerente foi repreendido em uma reunião e chamado de arrogante. Isto porque ele estava dando uma opinião em um assunto que é especialista. Quem o censurou, disse que “o homem negro arrogante que se acha mais esperto do que todo mundo precisa ser gerenciado o mais rápido possível”.

funcionários denunciam facebook 4

A decisão de criar um grupo fechado, onde os funcionários possam apoiar uns aos outros de forma anônima, aconteceu porque o Facebook possui uma política hostil às minorias, que não somente se sentem excluídas e desrespsitadas, como vivem com o medo constante de perder seus empregos. Respostas genéricas como : “aumentaremos nossos esforços para melhorar as coisas” e “vemos a diversidade como importante” são largamente utilizadas na empresa, mas na prática tudo continua na mesma.

funcionários denunciam facebook 5

Apesar do grupo ser gerenciado por apenas 12 funcionários, eles dizem receber centenas de denúncias todos os dias. Racismo, discriminação, preconceito e agressão são práticas comuns presentes nas pequenas ações dentro da empresa. Segundo os criadores do grupo: Continuamos anônimos porque o Facebook cria uma cultura hostil em que qualquer pessoa que não seja branca é levada a sentir medo de seu trabalho e de sua segurança para denunciar maus comportamentos“.

funcionários denunciam facebook 6

Cientes de que pouco podem fazer e sem recursos para agir legalmente contra o Facebook, os funcionários classificaram a página como um ‘exercício catártico’, e esperam que ao compartilhar suas histórias, possam influenciar uma mudança na empresa.

funcionários denunciam facebook 7

Vale lembrar que, nos últimos anos, após diversos escândalos, como por exemplo o de vazamentos de dados dos usuários, o Facdebook vem perdendo valor de mercado. Somente em 2018, a empresa perdeu mais de US$ 120 bilhões. A prova de que os valores de uma empresa refletem em seu valor de mercado.Práticas como estas não podem mais ser aceitas. Leia abaixo alguns trechos do relato, que pode ser lido na íntegra aqui.

Se este post receber alguma atenção externa, a resposta será recebida pela equipe M, pois “vemos a diversidade como importante”, “esse comportamento não é aceitável” e “aumentaremos nossos esforços para melhorar as coisas”. E então o ciclo se repetirá. O Facebook não está fazendo o melhor que pode e continuará sendo hostil aos POCs, desde que os gerentes de nível médio e os CIs da maioria dos grupos não sejam responsabilizados. O resultado desse comportamento negligente, hostil e agressivo dos gerentes e representantes do Facebook em RH causou um declínio significativo em nossa saúde física e mental e tornou significativamente difícil, se não impossível, continuar trabalhando”

Enquanto tomava café da manhã, dois funcionários brancos me pediram para limpar depois da bagunça. Eu sou gerente de programa. Eu disse ao meu gerente sobre o incidente. Ela me disse que eu preciso me vestir mais profissionalmente”.

Eu perguntei sobre o crescimento da minha carreira. Disseram-me para fazer meu trabalho: “Não há crescimento para o seu papel. A única maneira de uma promoção era “fazer o que eu digo”, “não falar com outras pessoas fora da equipe a menos que tenha permissão”, “não publicar no Workplace a menos que seja um projeto atualizar ”e ser subserviente a seus caprichos

Publicidade

Fotos: reprodução


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
#OndeDói: Mulheres usam hashtag para expor abusos médicos