Design

Cansado de ler notícias ruins, ele decidiu ilustrar as boas novas que marcaram 2019

por: Gabriela Glette

Vivemos em um mundo altamente conectado, que nos permite estar em contato com milhares de notícias do mundo inteiro, o tempo todo. No entanto, será que a mídia tradicional está sabendo utilizar o poder da internet? Grande parte das notícias que lemos são tragédias e puro sensacionalismo e a ciência acaba de comprovar que isto é prejudicial à saúde mental. Cansado de ler notícias ruins, o ilustrador Mauro Gatti decidiu criar o projeto The Happy Broadcast, no qual ilustra todas as boas notícias que aconteceram em 2019. E acredite: foram muitas.

the happy broadcast 1

Depois dos incêndios florestais na Austrália, pessoas do mundo todo tricotaram pequenas luvas para os coalas que queimaram as patas e arrecadaram quase U$ 2 milhões.

A popular conta do Instagram apresenta ilustrações coloridas que compartilham um título positivo e uma notícia correspondente na legenda. O artista lança uma luz sobre o que está acontecendo no mundo, mostrando que as coisas não são tão ruins quanto nos mostram.

the happy broadcast 2

A Holanda cobriu milhares de pontos de ônibus com tetos verdes para que eles sejam refúgios para as abelhas.

Segundo ele, o The Happy Broadcast foi criado como uma maneira de lidar com sua “ansiedade social causada pelo fluxo constante de notícias negativas”. Agora, com quase dois anos de idade, o projeto evoluiu e se tornou um lugar onde as pessoas se envolvem. “Eu acho que a comunidade em torno do The Happy Broadcast se transformou em algo mais do que um público que apenas gosta de uma imagem e segue em frente. Esta comunidade está envolvida em discussões construtivas e gosta de compartilhar os pequenos momentos de felicidade que eles encontram durante o dia.” A verdade é que todo mundo está cansado de ler notícia ruim. Conheça abaixo este incrível trabalho:

the happy broadcast 3

Ex CEO da Patagônia faz a maior doação de terras já feita no Chile. Os 10 milhões de acres doados foram usados para criar 5 parques nacionais.

O Canadá criou uma zona de conservação do tamanho da Alemanha para proteger pássaros, baleias e ursos polares.

Depois de perder os movimentos por causa de um acidente, esta mulher criou a Rollettes – uma equipe de dança com cadeira de rodas para inspirar aqueles com necessidades especiais.

Quando a chefe suprema do Malawi chegou ao poder, anulou mais de 1500 casamentos com crianças, tornando-os ilegais e mandou as garotas de volta para a escola.

Uma escola inteira de jardim de infância no Maine – Estados Unidos, aprendeu libras para fazer garotinha surda de 6 anos se sentir bem-vinda.

Agricultores de arroz do mundo inteiro estão usando patos ao invés de pesticidas. Eles se alimentam de insetos e ervas daninhas sem estragar as plantações.

A Holanda construiu 5 ilhas artificiais para preservar a vida selvagem. Nos primeiros 2 anos, 30 mil pássaros e 127 espécies de plantas já foram introduzidos.

A Itália tornou-se o primeiro país do mundo onde o ensino de sustentabilidade e mudanças climáticas faz parte do curículo escolar obrigatório.

Cientistas conseguiram reproduzir com sucesso corais em laboratório pela primeira vez. Isto significa que nós poderemos salvar nossos recifes.

Uma incrível cidade na Índia celebra o nascimento das garotas plantando 111 árvores. Até hoje eles já plantaram mais de 350 mil árvores!

As baleias jubarte não estão mais em extinção. Graças a esforços de conservacionistas, hoje elas já somam mais de 25 mil!

A cidade de Milão lançou o programa “Adote um estudante”. Estudantes estão indo morar com idosos, para economizar dinheiro e fazê-los se sentir menos sozinhos.

Depois de contabilizar que, por ano mais de 1500 pessoas se suicidam na Suécia, o país lançou as primeiras ambulâncias de saúde mental.

4855 pessoas passaram horas na chuva aguardando para fazer um teste de células-tronco para salvar um garotinho de 5 anos com um tipo raro de câncer.

A taxa de mortalidade por câncer nos EUA atingiu um marco: ela está caindo cada vez mais nos últimos 25 anos.

A iniciativa ‘The Big Sleep Out’ juntou mais de 50 mil pessoas dormindo sob as estrelas para arrecadas cerca de U$ 50 mil para pessoas sem teto.

A Escócia tornou-se o primeiro país do mundo a distribuir gratuitamente absorventes higiênicos para mulheres e estudantes de baixa renda.

No Japão, um jornal é feito de papel reciclado e sementes. Depois de lido, você pode plantá-lo.

Publicidade

Fotos: The Happy Broadcast


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
O mundo paralelo criado pelo artista 3D Paul Milinski é um refúgio de serenidade