Futuro

Casal homoafetivo protagoniza 1º registro de união estável no Brasil via Blockchain

por: Vitor Paiva

Não é por acaso que o Blockchain vem sendo apontado como uma das muitas tecnologias que pautarão o futuro: além de funcionar como uma moeda virtual, o sistema já foi utilizado para registros de bebês no Brasil e, em Serra Leoa, o Blockchain será utilizado pela primeira vez nas eleições nacionais. Por aqui, o primeiro registro de união estável no país registrado via blockchain aconteceu recentemente – e protagonizado por um casal homoafetivo. Sim, além do marco do primeiro casamento por blockchain no Brasil, a felicidade de se tratar de uma união entre dois homens coroou a novidade.

Os dois protagonistas dessa história são o defensor público Diego Vale e o médico tenente da Força Aérea Brasileira Guilherme Mesquista, com o registro acontecendo em questão de minutos, superando a burocracia habitual da emissão de tal documentação. A cerimônia foi possível graças a Notary Ledgers, da Startup Growth Tech, que utiliza a plataforma IBM Blockchain, na IBM Cloud, para revolucionar a maneira como as uniões são registradas no país. O casamento aconteceu no último dia 11 de novembro, e foi registrado no 15º ofício de notas no Rio de Janeiro, e o processo todo durou menos de 20 minutos.

O casal Diego e Guilherme

“Foi tudo prático e rápido, só precisamos fornecer dados e levar o documento de identificação no dia. A vantagem maior é que o certificado digital é um mecanismo que aumenta a confiança do processo, e que também é possível a verificação de autenticidade online”, afirmou Guilherme. O impacto do uso da nova tecnologia para casamentos pode ser imenso: são cerca de 1 milhão de casamentos anuais somente no Brasil. Apesar da alegria de momento tão importante, esse pode ser um processo demorado, burocrático e caro, e amor nenhum merece isso. O uso do Blockchain pode, portanto, oferecer mais tempo e tranquilidade para aquilo que um casamento deve ser: uma alegre e divertida celebração do amor entre pessoas.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Esta escola na Espanha decidiu ensinar equidade de gênero (na prática) para meninos