Ciência

Cientistas descobrem molécula que causa autodestruição de células cancerígenas do pâncreas

por: Vitor Paiva

Uma das mais letais formas da doença, o câncer no pâncreas alcança uma taxa média de mortalidade de 95%, e é atualmente resistente a maiorias dos tratamentos. Uma descoberta realizada por um novo estudo da Universidade de Tel Aviv, em Israel, no entanto, traz possibilidades reais de cura para a doença: uma pequena molécula capaz de induzir as células cancerígenas no órgão à autodestruição. Realizado com ratos de laboratório, o estudo reduziu o número de células doentes nos tumores desenvolvidos em 90%.

Publicado no jornal Oncortaget, o estudo foi conduzido pela professora Malca Cohen-Armon e sua equipe, em colaboração com Dra. Talia Golan no Centro de Pesquisas do Câncer no Centro Médico de Sheba, em Israel – e oferece o maior potencial até hoje de tratamento para um tipo de câncer tão agressivo. “Em 2017 foi publicada uma pesquisa que havia descoberto um mecanismo que causa a autodestruição de células cancerígenas sem afetar as células saudáveis”, diz a professora Cohen-Armon. “Agora nós atrelamos a essa informação um método eficiente de erradicar o câncer pancreático. Os resultados atuais foram obtidos utilizando uma pequena molécula que evoca esse mecanismo de autodestruição em diversas formas de células cancerígenas humanas”.

As pesquisadoras Malca Cohen-Armon e Talia Golan, responsáveis pela pesquisa

Os camundongos foram tratados com a molécula intitulada PJ34 diariamente por 14 dias, e um mês depois a redução de 90% foi constatada – em um dos animais, o tumor desapareceu completamente. E mais importante: nenhum efeito colateral foi observado, sem alterações no peso ou no comportamento do camundongo. Os testes com uso da PJ34 também estão sendo realizados com outras formas de câncer igualmente resistentes a tratamentos, com resultados positivos semelhantes. Em breve terão início os testes clínicos, com seres humanos, em um passo fundamental para uma revolução no tratamento da doença.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Professor prepara receitas de quase quatro mil anos descobertas em escavações e mostra resultado