Diversidade

Drag, filho de presidente da Argentina exibe bandeira LGBT na posse

por: Yuri Ferreira

Enquanto alguns países tomando medidas cadas vez mais ostenstivas contra a população e caminham contra a corrente do que parece ser inevitável, a posse do novo presidente da Argentina teve um espetáculo a parte comandado por seu filho Estanislao Fernández, militante LGBT e drag queen conhecida em toda a comunidade queer do nosso vizinho.

Estanislao frequentou a posse de seu pai na presidência do país com uma bandeira LGBT em seu terno, mostrando que a representatividade faz parte das pautas do novo governo portenho e habitará agora a Casa Rosada, em Buenos Aires. A chapa de Alberto Fernandez derrotou Maurício Macri no mês passado.

– Filho de candidato à presidência da Argentina é drag queen e cosplayer conhecido na cena portenha

Estanislao exibindo as cores LGBT durante a posse de seu pai

Estanislao é Drag Queen, cosplayer, homossexual e namora com uma mulher. Parece muita coisa, mas ele é um bom retrato da nossa juventude. E enquanto, muitos tendem a recusar, Estanislao aparece como um símbolo de uma nova geração que vai florescer mundialmente.

– Filho de Edmundo, cineasta Alexandre Mortágua quer homens discutindo abandono parental, não o aborto

Durante a posse, Hernandez exibiu as cores LGBT e deixou claro: “Gostaria de esclarecer que o famoso lenço que eu usei não era exatamente um lenço, mas uma bandeira, definitivamente uma bandeira para representar a comunidade”, explicou em seus stories do Instagram.

“Ela é realmente o amor da minha vida. Em casa, ela é amada quase como uma filha. A sexualidade é um espectro e eu escolhi estar com minha namorada.”, afirmou Estanislao sobre sua namorada, mesmo sendo homossexual, quebrando padrões e mostrando que os limites para a liberdade sexual não cabem mais hoje em dia.

– Drag queen mais famosa do Brasil, Lorelay Fox saiu do interior para inspirar milhões

Confira o vídeo do jovem sobre a bandeira LGBT em seu bolso durante a posse:

“Tenho orgulho do meu filho. Afinal, como posso não ter orgulho? Meu filho é um ativista de direitos nessa comunidade. Eu me preocuparia se meu filho fosse um criminoso, mas ele é um grande homem. Nesse mundo, sobre o qual eu não sei muito, ele parece ser respeitado e muito reconhecido. Sinto orgulho pelo meu filho”, afirmou Fernandez, dando uma aula e rebatendo os comentários homofóbicos sobre seu filho.

Publicidade

Fotos:  © Getty Images


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
NBA: 1º atleta assumidamente gay desenha o que é privilégio branco e critica aumento do racismo: ‘Ridículo’