Debate

Jean tem contrato com São Paulo rescindido e deve ficar preso por 48 horas nos EUA

Yuri Ferreira - 18/12/2019

Jean foi contratado como uma das grandes promessas para substituir Rogério Ceni no São Paulo. Além do fracasso dentro de campo, o goleiro decepcionou fora dos gramados. O ex-jogador do Bahia foi acusado de agredir sua mulher, Milena Bemfica, está preso e teve seu contrato rescindido pelo São Paulo Futebol Clube.

Milena denunciou o jogador em suas redes sociais e a Polícia do Condado de Orange, na Flórida, foi acionada para averiguar a situação no hotel em que o casal e as filhas passavam férias. Segundo averiguação da Polícia, Jean espancou sua esposa, deferindo 8 socos no rosto de Milena. Jean foi preso e vai passar 48 horas preso nos EUA.

– Corinthians, Palmeiras e São Paulo se unem em projeto para mulheres vítimas da violência

Boletim de ocorrência sobre o ocorrido

Em um vídeo postado nas redes sociais, Milena exibiu os hematomas causados pelos socos de Jean.  “Gente, estou aqui em Orlando e olha o que Jean acabou de fazer comigo. alguém me ajude, já acabou de me bater. mãe, eu tô bem. mas olhem pra isso. Jean, quero justiça. Estou trancada no banheiro. Eu quero justiça.”, denunciou em um vídeo.

Em nota, o São Paulo Futebol Clube anunciou a rescisão de contrato com o atleta, que tem 21 anos. O caso surpreendeu pela celeridade do clube, tendo em vista que as instituições futebolísticas costumam ser coniventes com violações a minorias, vide eventos de homofobia e racismo dentro do esporte no Brasil.

– Bahia honra sangue negro e assume ponta contra elitização do futebol

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia de Orange, os eventos foram os seguintes:

Eles foram ao banheiro discutir, mas Milena quis ir para a cama. Quando Milena foi para cama, Jean a seguiu e a empurrou na direção da cama. Ele então subiu nela e deu três socos no rosto dela. Milena me disse que ela pegou a chapinha e acertou Jean na cabeça como autodefesa. A chapinha quebrou quando acertou a cabeça de Jean. Os dois ficaram de pé, e Jean continuava sendo agressivo com ela. Jean então partiu para cima dela de novo, então ela arremessou a chapinha nele, acertando-o na perna e cortando-a. Milena tentou deixar o quarto, mas Jean a segurou pelo cabelo e a levou ao banheiro, onde ele a socou no rosto mais cinco vezes.”, afirma o documento oficial.

– Santos tem maior público do ano na Vila com futebol feminino

A multa para violência doméstica no estado da Flórida varia entre 1 e 5 mil dólares. Após paga a fiança, Jean voltará ao Brasil e o processo será movido independentemente de sua estadia no país. Ele poderá se defender por procuração, mesmo que Milena não dê continuidade no processo. Caso Jean seja culpado, pode ser preso (a revelia da pena) ou condenado à serviços para comunidade. Entretanto, provavelmente terá seu visto negado.

 

Publicidade

Fotos: Divulgação/Polícia de Orange County, FL


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Bispo de confiança de Edir Macedo está entre indiciados por lavagem de dinheiro em Angola