Empreendedorismo

Periferia é potência: mais de 60% dos domicílios do Complexo da Maré são próprios

por: Vitor Paiva

Em 1940, Dona Orosina Vieira encantou-se pelo cenário aprazível e livre de uma área seca entre manguezais e alagadiços às margens da Baia de Guanabara, no Rio de Janeiro. Aproveitou pedaços de madeira trazidos pela maré para determinar uma área no morro, e construiu, junto com o marido, um pequeno barraco onde passaram a morar: assim nasceu a primeira habitação da Comunidade Morro do Timbau que, nas décadas seguintes, se transformaria no Complexo de favelas da Maré.

Dona Orosina Vieira

Hoje a Maré conta com mais de 130 mil moradores em uma área total de 426,88 hectares – mas o espírito realizador de Dona Orosina permanece: 64,3% das residências nas 16 favelas que formam o bairro são próprias e, em sua vasta maioria, habitadas pelas mesmas famílias que as ergueram. Programas habitacionais promovidos pelo estado ajudaram a consolidar o complexo, mas é o trabalho de pedreiros, ajudantes, mestres de obras e outros profissionais da construção civil que ergueram de fato a Maré, e permitiram que sua população tenha uma casa própria para viver – conforme mostra reportagem do site Maré de Notícias Online.

O Complexo da Maré atualmente

Muitos profissionais herdaram a profissão dos pais, e oferecem serviços para a comunidade e fora dela. Diversos cursos oferecem profissionalização no Rio de Janeiro para trabalho tão importante, a própria Redes da Maré ministra o curso Drywall, em 280 horas com duração de 5 meses, com o objetivo de “oferecer qualificação técnica na área de construção civil”. O público alvo são os moradores da Maré, entre 18 e 30 anos, com ensino fundamental completo – e o próprio bairro, que não para de crescer, é uma efervescente frente de trabalho para os profissionais.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Unlock CCXP’ debate oportunidades de investimento para aquecer mercado