Fotografia

A beleza e o charme de Marilyn Monroe em um lindo ensaio num dia de praia em 1957

por: Vitor Paiva

O impacto e principalmente o legado da atriz estadunidense Marilyn Monroe a transformariam na maior celebridade de todos os tempos, e em um verdadeiro ícone do cinema e mesmo da cultura do século XX.

Entre o triunfo e a tragédia, sua vida também se deu em grande alarde – e, ainda que tenha sido marcada por uma infância tragicamente triste e uma vida adulta complicada e instável, em 1957 a vida de Marilyn encontrava um raro bom momento – e foi nesse contexto de surpreendente alegria que o fotógrafo Sam Shaw registrou a atriz em uma praia em Nova York, vestindo nada além de um maio branco e seu charme infinito, em julho daquele ano.

Um ano antes, Marilyn havia se casado com o escritor Arthur Miller, fundado sua própria produtora e, durante a sessão de fotos, encontrava-se grávida. “Ela era linda sem maquiagem, somente com seu espírito e sua presença”, comentou o fotógrafo, após as fotos.

Essa definitivamente não era o primeiro encontro entre Shaw e Marilyn: dois anos antes, em 1955, o fotógrafo havia sido responsável, em cena do filme ‘O Pecado Mora Ao Lado‘, pela foto que mostra a atriz segurando seu vestido contra o vento que sobre de um respiradouro do metrô – em uma das mais icônicas fotos de todos os tempos. Além da inesquecível foto, Shaw fotografou a artista em diversos outros momentos.

Acima, Shaw e Marilyn em um intervalo de filmagens; abaixo, o icônico momento registrado por Shaw

O glamour da vida de Marilyn parecia sempre fazer esquina com a tristeza, e menos de um mês após essa alegre sessão de fotos na praia, a atriz viria a sofrer um aborto espontâneo. Seu casamento com Miller duraria até 1961, quando se separaram em um momento igualmente conturbado para a carreira da atriz. Marilyn Monroe seria encontrada morta em sua cama no dia 04 de agosto de 1962, aos 36 anos, por overdose de remédios.

Sua morte seria definida como suicídio, mas até hoje diversas investigações e teorias sugerem outros motivos e possibilidades para o fim prematuro de sua vida. Seja como for, nenhuma outra estrela de Hollywood, como mostram as fotos de Shaw, foi capaz de significar o glamour, o sonho, a sensualidade, a sedução e o carisma das estrelas de cinema como Marilyn – motivo, ao mesmo tempo, de sua glória e sua ruína.

Publicidade

© fotos: Sam Shaw


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Gestação e parto ganham novos significados com sensibilidade de ensaio fotográfico