Sustentabilidade

Alemanha vai banir o glifosato em 3 anos para salvar abelhas

por: Gabriela Glette

Com o objetivo de acabar com as pragas e, consequentemente, aumentar a produtividade, a agricultura mundial não somente aumentou o uso de pesticidas químicos, como deixou as fórmulas mais fortes. No entanto, estes agentes químicos são extramamente nocivos à nossa saúde, e estão matando as abelhas – consideradas os animais mais importantes do mundo. Por isto, a Alemanha decidiu banir completamente o glifosato até 2023.

glifosato monsanto

As medidas começam a ser colocadas em prática ainda este ano e fazem parte de um programa do governo para a proteção dos insetos. Permitido apenas até 31 de dezembro de 2023, a data marca o final da aprovação do glifosato, concedida pela União Europeia.

abelha morta

A redução será sistemática e se dará através da proibição do composto em jardins privados, espaços públicos e, sobretudo, na agricultura. O glifosato foi desenvolvido pela polêmica Monsanto, hoje pertencente à empresa alemã Bayer. Prejudicial ao meio ambiente e à saúde humana, em 2015 a OMS – Organização Mundial da Saúde, classificou o pesticida como cancerígeno. Já foram diversos os casos de agricultores que admitiram ter câncer devido ao uso incontrolado do composto. No entanto, a Monsanto insiste em dizer que ele é seguro para o uso humano.

agricultura

Porém, além do glifosato o governo alemão pretende restringir fortemente o uso de outros pesticidas, que vêm causando a morte de insetos e abelhas. A partir de 2021, diversos produtos estarão proibidos em áreas naturais e de conservação ambiental.

abelha e flor

Isto sem contar que o governo destinará 100 milhões de euros por ano na incorporação de medidas adicionais de proteção de insetos em regiões agrícolas. Svenja Schulze – ministra do Meio Ambiente é siemples e direta.

“Nós humanos dependemos urgentemente do desempenho dos insetos”. Enquanto isto, no Brasil, a liberação de agrotóxicos no governo Bolsonaro é a maior dos últimos 14 anos.

Publicidade

Fotos 1 e 2: Creative Commons

Fotos 3 e 4: Unsplash


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Jardim medicinal gigante no interior de SP reúne mais de 300 tipos de ervas