Design

Bahia ganha museu dedicado às cadeiras do Brasil

por: Gabriela Glette

Podemos contar a história de um país através do mobiliário, neste caso, especificamente – as cadeiras. No Brasil, elas chegaram com a vinda dos portugueses, no século XVI.

Contudo, se pararmos de definir este móvel apenas como um objeto que nos permite sentar, as cadeiras têm muito a nos dizer sobre a época em que elas foram fabricadas, nos revelando aspectos culturais, hierárquicos e até mesmo da própria carreira do designer que a desenhou. Por isto, desde o fim de 2018 a cidade histórica de Belmonte – no sul da Bahia, abriga o Museu das Cadeiras Brasileiras.

museu das cadeiras 1

O endereço não poderia ser mais representativo. No casarão centenário onde José Zanine Caldas viveu até os 17 anos. Um dos mais importantes designer brasileiros, Caldas atuou como arquiteto, moveleiro e maquetista, pioneiro na indústria moveleira moderna. Em 1950, ele projetou uma cadeira que é copiada até hoje em lojas do mundo inteiro. Grande fã das madeiras nacionais, ele foi ‘apenas‘ o maquetista de Oscar Niemeyer e Lucio Costa.

museu das cadeiras 2

Verdadeira homenagem ao designer, o museu também oferece fotografias, desenhos, maquetes e outras peças criadas por ele. No entanto, fazem parte da coleção dezenas de cadeiras de designers brasileiros como Humberto Campana, Paulo Alves, Carlos Vergara, Claudia Moreira Salles, Fernando Mendes e Flávio Franco.

museu das cadeiras 3

Com acervo organizado por Christian Larsen – curador do icônico The Metropolitan Museum of Art, de Nova York, Zanini de Zanine – filho do designer, disse que o espaço é um lugar de referência para estudantes e arquitetos brasileiros, que poderão participar de palestras, cursos, e até mesmo residências artísticas.

Carlos Vergara – 1967

Hugo França – 2018

José Zanine Caldas – 1950

Sérgio Matos – 2016

Publicidade

Fotos: Divulgação


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Perfil hilário reúne o pior do design de interiores de todos os tempos