Criatividade

Casarão ‘mal-assombrado’ da Paulista vira Museu de Ciência

por: Vitor Paiva

Construído em 1905, o Palacete Joaquim Franco de Mello é o único casarão remanescente da primeira fase residencial da Avenida Paulista, em São Paulo – quando a via era endereço para a moradia dos barões do café, grandes industrias e comerciantes paulistanos. Símbolo de um luxo do passado, o palacete esteve por anos abandonado e chegou a tornar-se cenário de uma lenda que dizia que o local era mal-assombrado, mas finalmente ganhará novo e ainda mais nobre sentido – e passará servir como sede para um novo centro cultural no coração de São Paulo.

O foco da novidade será a ciência, e para isso a casa – que tem 35 cômodos em área construída de 600 m2 dentro de um terreno de 4720 m2 – passará uma extensa reforma que manterá suas características arquitetônicas. A empreitada será financiada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) através do SESI, em uma parceria com o Governo do Estado de São Paulo.

O casarão na década de 1930

O nome do novo centro cultural, que aparentemente funcionará como uma espécie de museu da ciência, ainda não foi definido, mas é certo que o local oferecerá muita tecnologia para a experiência do visitante, e será inspirado no Exploratorium, laboratório público na cidade de São Francisco, nos EUA.

Interior do Exploratorium, nos EUA

A casa pertenceu por todos esses anos à família Franco de Mello, e depois ser tombada em 1992, atravessou extenso litígio na justiça sobre o futuro do imóvel, última residência da época de sua construção na Av. Paulista. O desejo da família era, no entanto, que o local fosse de fato transformado em museu.

Interior do palacete

Não há ainda maiores detalhes ou informações sobre como o projeto irá funcionar ou sobre a data de sua inauguração.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Professor de redação ensina como usar referências de Beyoncé a Racionais em vestibulares