Debate

Cinthya Rachel, ex-’Castelo Rá-Tim-Bum’, desabafa sobre maternidade real: ‘Quem eu era antes’

por: Redação Hypeness


Nós a conhecemos como Biba, do ‘Castelo Rá-Tim-Bum’; depois acompanhamos sua carreira como blogueira e agora Cinthya Rachel nos permite conhecê-la no que pode ser a fase mais importante de sua vida: a maternidade. 

Cynthia emocionou ao falar sobre maternidade real

Ela usou seu Instagram para falar sobre a como sua vida mudou depois da chegada do filho Joaquim, de um ano, e também sobre o período pós-parto, chamado de puerpério: “não sei mais quem era antes de me tornar mãe”.

Em um texto poético e cheio de reflexões, Cynthia chega até a dizer que, às vezes, tem dúvidas se é possível voltar a ser o que era antes, expondo ressignificação que a maternidade lhe provocou. A atriz explicou que está em um período de “recomeço” após dar à luz. 

View this post on Instagram

Às vezes tenho a sensação de que não é possível voltar a ser quem eu era antes. Abri tantos espaços, cedi, cedi, cedi tanto que me diluí, me desfiz, nao sei mais quem sou ou era, o que eu fazia ou gostava… não dá pra resgatar quem não existe, há que se começar do zero, de novo… do nada. Mas não desse nada que vem da pureza, mas sim do fundo, de um vazio, de um lugar que te desnudou mas não te banhou com perfume, do degrau abaixo do zero, daquele passo atrás, do segundo antes de prender o fôlego pra encher o peito de ar e mergulhar, do segundo antes de sentir o ar acabar e você surgir lavada em água salgada, pronta pra sair desse não lugar. #maternidadereal #maternidade #puerpério #recomeçar

A post shared by Cinthya Rachel (@cinthyarachel) on


Cada vez mais, temos presenciado mães – incluindo mães famosas – se abrindo sobre a experiência da maternidade e mostrando aque que ela proporciona. Como quando Sabrina Sato deu uma entrevista sincero a sobre sexo após o parto e até mesmo a rainha das rainhas, Beyoncé, falou sobre como decidiu não se importar com as críticas com relação ao seu corpo. Ela teve gêmeos, as coisas mudaram e tudo bem

Para Taís Araújo, a maternidade dá mais coragem de se expor. E nem sempre se expor é algo negativo. 

View this post on Instagram

Não é possível competir com a imagem da mãe que temos no grande imaginário católico ocidental: uma mulher virgem que dá à luz. Sacrifício, abnegação, sofrimento, doação, qualquer coisa menos que isso e você está fazendo errado, muito errado. Roupa curta? Batom vermelho? Voltar ao trabalho? Comprar algo pra você e não pro filho? Uma cervejinha? Cabelo longo? Se a gente remexer lá no fundo pode ser que descubra que a imagem que fazemos de uma mãe é de muito santidade e pureza, afinal são muitos séculos desse pensamento coletivo. Há que se lutar, fazer uma revolução interna, brigar com a gente mesma e ir mudando isso. Mãe não tem cara, tem coração, tem vontade própria, tem sonhos, desejos e quase sempre uma olheira pra acompanhar. Esse texto faz parte do projeto @maesmultiplas e o tema de hoje é: "tenho cara de mãe?" Pra conhecer as outras participantes é só clicar no perfil. #mãesmúltiplas

A post shared by Cinthya Rachel (@cinthyarachel) on

Publicidade

Foto: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Campanha pede debate da Globo online após Boulos testar positivo para covid-19