Criatividade

Diálogos hilários provam que criatividade não tem fronteiras ou medo de ‘livros com muita coisa escrita’

por: Karol Gomes

Sabe porque livros didáticos ‘têm muita coisa escrita’, como Jair Bolsonaro tanto critica? Porque com o poder da literatura e da educação tudo ficar mais interessante! Até um miojo.

Espera… O que?

Tudo começou com uma brincadeira na página de humor no Facebook, a ‘Sebastião Salgados‘ – que traz fotos de comidas em preto e branco – uma espécie de paródia do fotógrafo Sebastião Salgado, conhecido por captura suas imagens apenas com as duas cores.

Eis que os usuários propuseram o ‘Festival Miojo Literário‘, que vocês podem ver no post abaixo, compartilhado por mais de 7 mil pessoas.

Os usuários gostaram tanto da ideia de criar um diálogo literário sobre comer miojo, que realizaram um verdadeiro brianstorm imaginando como seus autores favoritos os escreveriam. Já que não dá pra mandar a ideia para Machado de Assis, os próprios usuários do Facebook criaram textos e compartilharam nos comentários.

Dá uma olhada nos resultados:

De Alvares de Azevedo a Dan Brown:

E o Stephen King tá diferente, né? 

Pode até ter miojo em Westeros, mas algumas coisas não muda, né Jon Snow?

E será que a Capitu vai dividir o prato com o Bentinho?

Sartre nunca foi tão fácil de entender:

Tem literatura infanto-juvenil também, com John Green:

Publicidade


Karol Gomes

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Com Rihanna e Sigur Rós: ouça playlist feita por Joaquin Phoenix no set de ‘Coringa’