Inspiração

Dora Figueiredo se abre sobre corpo: ‘Tive anorexia e bulimia’

por: Yuri Ferreira


Dora Figueiredo é um dos principais nomes da internet brasileira nos dias de hoje. A influenciadora e youtuber também ganha destaque nas redes por se abrir ao debate sobre autoestima, segurança, relações afetivas e empoderamento de uma maneira saudável.

Em recente entrevista à revista Marie Claire, Dora revelou sua batalha contra a anorexia e a bulimia, enfrentando as dificuldades da dismorfia e da luta por um suposto corpo perfeito. Mas, além disso, a influenciadora mostrou como superou as dificuldades e conseguiu se aceitar através de tratamentos.

– ‘Morria de medo’: Youtuber Dora Figueiredo se emociona ao falar de relacionamento abusivo

Dora se sente mais feliz hoje do que nas épocas magérrimas

– Jovem de 24 usa a arte para vencer a anorexia e lança livro para ajudar pessoas como ela

“Aos 15, já fazia as dietas mais loucas. […] Chegava aos 58 quilos e pensava: ‘Tenho emagrecer’. E aí fazia mais e mais dietas absurdas. Nesse momento, passei a procurar por blogs sobre anorexia e bulimia. Queria saber o que aquelas mulheres tão magras faziam para se manter daquele jeito”, contou a influenciadora na entrevista à Marie Claire.

Até hoje o vídeo mais visto de Dora no Youtube é um relato sobre uma relação abusiva que viveu. Com a sensibilidade para lidar com temas delicados, Dora mais uma vez utilizou sua experiência pessoal para levantar um debate da melhor maneira possível.

– ‘Tinha vergonha de ir para os lugares’, Cleo Pires desabafa sobre gordofobia e redes sociais

“Eu cheguei num ponto de ter medo de comer. Medo de estar usando o talher errado, comendo da forma errada, desrespeitando ele com a forma que eu deixava meus talheres. Medo de gostar do que eu sempre gostei, medo de engordar mais”, contou Dora em seu vídeo sobre relacionamento abusivo, mostrando a pressão que sofreu para que não engordasse durante o namoro.

Entretanto, após muitos tratamentos e maneiras de mudar, Dora Figueiredo hoje aceita seu corpo melhor, e acredita estar mais feliz. Fugir da pressão social por um corpo magro e dominado pelo sexismo foi uma batalha de Figueiredo, e hoje ela tem orgulho de ter ganhado essa batalha.

“Acredite se quiser essa sou eu curada da compulsão alimentar, sempre descontei todas as minhas frustrações comendo até passar mal e depois ficava DIAS sem comer pra “compensar”, fazia um milhão de dietas restritivas e logo depois que não conseguia manter eu descontava tudo comendo. Hoje depois de um ano de tratamento psicológico e psiquiátrico eu além de estar me vendo como eu realmente sou eu não desconto nada na alimentação, como quando tenho fome e hoje tento apreciar mais a comida, o corpo saudável nem sempre é o corpo mais magro, pensem antes de falar do corpo de alguém!”, afirma em uma postagem no Instagram.

Confira o relato de Dora sobre seu corpo no Instagram:


Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ela usou o celular e a criatividade para fotografar estranhos a caminho do trabalho