Inspiração

Ele pedalou 13 mil km da Suécia ao Nepal, escalou o Everest e voltou pra casa

por: Redação Hypeness

No dia 16 de outubro de 1995, o sueco Göran Kropp saía de EstocolmoSuécia, em direção ao Monte Everest de bicicleta. Ele carregava 108 kgs em equipamento e comida e estava decidido a escalar a montanha sem uma garrafa de oxigênio.

Foram 13 mil quilômetros de pedalada até chegar ao acampamento base do Everest, em abril do ano seguinte. Assim, no dia 3 de maio, ele decidiu subir o monte pela primeira vez, com neve cobrindo boa parte de suas pernas. Apesar das condições extremas, ele chegou a 100 metros do cume, mas decidiu voltar, pois, caso não o fizesse, teria que descer no escuro.

Após a experiência, Göran passou algum tempo se recuperando no acampamento base do Everest. Nesse período, presenciou um grande desastre na montanha, quando oito pessoas morreram durante uma nevasca. Ele ajudou a levar medicamentos para auxiliar os sobreviventes e, três semanas depois, estava pronto para encarar uma nova aventura. No dia 23 de maio de 1996, o sueco atingiu o cume da montanha, sem suporte extra de oxigênio.

Terminada a empreitada, o aventureiro pegou sua bicicleta e iniciou o caminho de volta para casa. Ele voltaria ao Everest anos depois acompanhado de sua namorada, Renata Chlumska, para participar de uma ação de limpeza da montanha.

Foto: Fredrik Blomqvist (Blomqvist Produktion Sweden)

Outros feitos de Göran Kropp

A paixão de Göran pela escalada começou cedo. Quando tinha apenas 6 anos, seu pai o levou para subir Galdhøpiggen, considerada a maior montanha no Norte da Europa.

Com o tempo, muitas outras experiências se somariam ao seu currículo de aventureiro. Antes de subir o Everest, ele conquistaria os picos das montanhas Lenin Peak, Iliniza Sur, Cotopaxi, Illimani, Huayna Potosi, Illampu e muitas outras.

Entretanto, uma de suas muitas aventuras foi também a armadilha final de Göran, com apenas 35 anos. Em 30 de setembro de 2002, ele sofreu uma queda de 18 metros durante uma escalada no desfiladeiro Frenchman Coulee, nos Estados Unidos. Ele teria morrido devido aos fortes ferimentos na cabeça causados pela queda.

Publicidade

Foto em destaque: Fredrik Blomqvist (Blomqvist Produktion Sweden)


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mãe que saiu do armário junto com o filho agora inspira outras mães: ‘Era ele o protagonista, não eu’