Arte

Fake news: ‘Parasita’ não vai ter remake em Hollywood. E daí? Veja a versão coreana

por: Karol Gomes

Logo após o sucesso do filme sul-coreano ‘Parasita’uma das sensações da noite de gala do ‘Globo de Ouro’ – o longa levou inclusive o prêmio de melhor filme em língua estrangeira – alguns rumores começaram a circular pela internet sobre uma possível versão hollywoodiana.

A notícia causou certa estranheza, considerando a posição do diretor Bong Joon-ho, que defende da ‘desamericanização’ da indústria do cinema. Algo, inclusive, que deixou muito claro durante o discurto no ‘Globo de Ouro’. 

O longa não vai ter remake em Hollywood

“Quando vocês ultrapassarem apenas alguns centímetros da barreira das legendas, vocês descobrirão tantos filmes incríveis”, afirmou, recebendo aplausos.

Entre tantos excelentes filmes considerados somente como ‘estrangeiros‘ por Hollywood, estão os do próprio Bong Joon-ho. Ele é o responsável por ‘Okja’ – produção disponível no Netflix e que debate o consumo desenfreado de carne e o elogiado ‘The Host‘.

Assista a versão sul-coreana

Os rumores de um remake em moldes norte-americanos foram por terra. A CJ Entertainment, responsável pela distibuição de ‘Parasita’, afirmou oficialmente que não tem intenção alguma de fazer uma estadounidense do filme.

Antes de se consolidar no ‘Globo de Ouro’, ‘Parasita’ levou a ‘Palma de Ouro’ em Cannes. O longa conta a história de uma família que passa dificuldades e decide se aproveitar de outra família, com dinheiro. A produção é indicada pela Coreia do Sul para concorrer a uma vaga no ‘Oscar’ de Melhor Filme Estrangeiro e representar o país – de preferência, com legendas!

‘Parasita’ está em cartaz no Brasil

É isso. A história de que ‘Parasita’ teria uma versão americana é pura fake news. Mas, você não precisa de uma versão em inglês para apreciar este excelente filme. O título está em cartaz em cinemas de todo o Brasil!

Confira o discurso completo de Joon-ho no Globo de Ouro:

Publicidade

Fotos: Divulgação / CJ Entertainment


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Após vocalista quase ficar surdo, AC/DC lança novo disco trazendo a voz inconfundível de Brian Johnson – e um tímpano artificial