Ciência

Para pesquisador, quem não cuida de plantas não sabe lidar com o ser humano

por: Yuri Ferreira

Em recente entrevista ao site El País, o pesquisador William ‘Ned’ Friedman, chefe do arboreto de Harvard, deu uma verdadeira aula sobre plantas e sua interação com o ser humano. O pesquisador atentou para os riscos do aquecimento global e a falta de tato da humanidade para se relacionar com a botânica no geral.

“Se você não consegue se preocupar com uma planta, é possível que não consiga cuidar de outro ser humano. Dizem que devemos nos preocupar com a natureza porque, se não, perderemos a capacidade de alimentar o mundo, mas não acredito que seja a principal razão”, afirmou William, que tem como foco de estudo a cooperação das plantas entre si mesmas.

– 7 fotos retratam horror de incêndios na Austrália; fumaça chega ao Brasil

William ‘Ned’ Friedman pesquisa a adaptação e cooperação entre plantas

O ano de 2019 foi importantíssimo para atentar-nos para os riscos que o planeta sofre graças às mudanças climáticas. O “dia do Fogo”, que iniciou as queimadas gravíssimas na Amazônia que chocaram o mundo, é um dos reflexos de uma humanidade incapaz de lidar com seus próprios recursos naturais, assassinando a vida em troca do lucro.

– Pesquisador diz que Amazônia pode atingir nível ‘de não retorno’ se desmatamento continuar

O avanço massivo do desmatamento ao redor do globo aumentou os efeitos do chamado efeito estufa e vemos seus efeitos de maneira cada vez mais avassaladora. O iminente desaparecimento do Polo Norte, o derretimento das geleiras e as queimadas sazonais inacreditáveis que acontecem na Austrália são pequenos indicativos de um futuro estranho para o mundo no geral.

– Mapa animado mostra como será a Terra se todo o gelo derreter

A ação humana contra a natureza é a força motriz do que estamos vendo. Mas mesmo com tudo acontecendo, a vegetação provavelmente sobreviverá.

“As plantas podem se adaptar, sim. Podem se adaptar rapidamente? Sim. Podem se adaptar à velocidade com que estamos mudando o planeta? Veremos. […] As plantas se movem, mudam, crescem e se adaptam. Entretanto, as mudanças que estamos introduzindo agora são tão rápidas que certos ecossistemas tombarão. […] Se afinal der errado, sem dúvida será nossa culpa. Não poderemos voltar. Será um novo futuro. Talvez seja sem humanos”, conclui. Confira a entrevista na íntegra no El País.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Harvard Magazine


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @yurifen.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Caminhadas nos tornam mais felizes e inteligentes, diz neurocientista