Sustentabilidade

Saiba mais sobre o inseto com o poder de transformar baratas em zumbis

por: Redação Hypeness

Pior que uma barata, só uma barata voadora, certo? Certo. Mas será que agora todos devemos adicionar na lista de ameaças a barata-zumbi? Bom, nesse caso, parece mais que a baratinha é a vítima. 

Existe um inseto que se aproxima sorrateiramente da barata e, com duas ferroadas, atordoa o animal e deixa-o em estado de transe, como um ‘zumbi‘. Segurando pelas antenas, a vespa-joia vai puxando a vítima para algum refúgio nas redondezas, onde poderá depositar seus ovos no corpo do inseto e, ainda vivo, fazê-lo servir de alimento para os futuros filhotes. 

– Barata está evoluindo para se tornar imune a inseticidas, diz estudo

Sinistro, né? O fotógrafo e funcionário público Carlos Eduardo Quaresma registrou a vespa no meio da ação, em Itanhaém (SP), enquanto fotografava aves da cidade. “Elas (as vespas) sempre aparecem aqui no quintal de casa e, quando percebi que estava carregando a barata, busquei rapidamente a câmera para realizar o registro”, contou o observador em entrevista para o G1. 

Antes dessa demonstração ao vivo, Quaresma só tinha ouvido falar sobre o fenômeno através de documentários.

De acordo com o professor da USP de Ribeirão Preto Fabio Nascimento, esta é uma interação entre e predador e presa. Ele é coordenador de estudos sobre o comportamento social de vespas e abelhas e explica que a ação começa assim que uma fêmea de vespa-joia percebe que está próxima da época de deposição dos ovos. 

Se a interação curiosa parece até fábula, o professor da USP ressalta que a arte imita a vida. “Os filmes de ficção científica, como ‘Alien’, se baseiam muito na biologia desses insetos. Naquele caso, o alienígena se desenvolvia no corpo do astronauta, uma relação semelhante à observada”, descreve.

O professor conta que a própria fêmea vai atrás de um local seguro para ‘dar luz‘ aos filhotes. Com as ferroadas que aplica no cérebro da barata, inibe os sentidos do inseto para que fique à mercê dos comandos da predadora. “Elas ferroam a presa não com o objetivo de matar, mas de anestesiar. O veneno é um neurotóxico, que paralisa as baratas”, pontua Nascimento. 

O professor Fabio Nascimento pondera que as vespas são capazes de caçar diversos outros insetos ou até aracnídeos, muito maiores do que elas, para servirem como “hospedeiro” dos filhotes. Por fim, o pesquisador revela que o fenômeno ocorre por todo o Brasil, no entanto é mais difícil de acontecer em abientes urbanos, já que, segundo ele, o animal precisa do solo ‘nu’ para se abrigar. Em períodos chuvosos isso muda, com a abundância de insetos, a situação se torna mais comum de ser verificada.

Publicidade

Fotos: Carlos Eduardo Quaresma / Acervo Pessoal 


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Coronavírus: imagens mostram mudanças impressionantes no céu da Itália