Tecnologia

‘Sol artificial’ deve replicar fusão nuclear que originou estrela

por: Gabriela Glette

Um dos maiores empreendimentos do ano de 2020, é o projeto popularmente conhecido como ‘Sol Artificial’. Proposto por cientistas chineses, trata-se de um dispositivo projetado para replicar a fusão nuclear, a mesma reação que alimenta o proprio Sol. O “tokamak HL-2M” deve entrar em funcionamento ainda este ano, na China.

sol artificial 1

A ideia deste mega projeto é oferecer uma fonte de energia limpa e praticamente ilimitada à humanidade, através da mesma reação que alimenta o astro. O sistema irá funcionar a partir de reatores – chamados de tokamak, onde isótopos de hidrogênio serão expostos a temperaturas extremamente altas até se transformar em um plasma, fundir átomos e, assim, liberar energia.

sol artificial 2

O assunto pode parecer complexo, mas basta compreender que a fusão nuclear é a fonte de energia do Sol e todas as outras estrelas. Quando em pressões muito altas e temperatura extremas, os átomos de hidrogênio entram em colisão e fusionam, liberando quantidades enormes de energia. Portanto, para reproduzir esta reação, os pesquisadores precisaram criar condições, que permitirão o aparelho de produzir energia elétrica.

sol artificial 3

Além de altamente tecnológico, esta é considerada a energia do futuro, pois não emite gás carbônico, assim como outros gases de efeito estufa, não cria rejeitos radiativos e usa material com nível de radiação muito mais baixo que o de usinas de fissão nuclear (em operação no mundo atualmente).

sol artificial 4

Os cientistas já conseguiram atingir a temperatura de 100 milhões de graus Celsius, mas o próximo passo é tentar reproduzir a fusão nuclear em equipamentos maiores, semi-industriais, para assim ampliar o número de fusões nucleares e manter as condições por longo tempo.

Publicidade

Fotos: foto 1: Liu Haiyun/Chengdu Economic Daily/Reuters/fotos 2, 3 e 4: Reprodução


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!


X
Próxima notícia Hypeness:
Como escolher e comprar o notebook perfeito nesta Black Friday