Inovação

UFSC cria ferramenta com pontos de venda de alimentos orgânicos em SC

por: Vitor Paiva

Comer sempre e somente alimentos orgânicos deve ser a meta para todos nós. Se muitas vezes os preços, porém, são proibitivos para boa parte da população, nem sempre é fácil sequer encontrar os produtos orgânicos e agroecológicos que desejamos em nossas regiões.

Para quem vive na Grande Florianópolis, em Santa Catarina, no entanto, uma plataforma surge como boa notícia – para auxiliar e informar sobre os circuitos curtos de comercialização (CCC) de produtos orgânicos nessa região.

Trata-se do Mapa da Rede de Cidadania Agroalimentar – RCA, desenvolvida na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) para estimular a troca de informações e o acesso ao alimento orgânico, e com isso estimular um consumo consciente, democrático, sustentável e regional. A plataforma oferece um verdadeiro mapeamento, identificando pontos de venda e também de produção de orgânicos na região da capital catarinense, com atualização bimestral.

Para fazer parte da plataforma é preciso cumprir algumas determinações, como conter no mínimo 3 estabelecimentos agropecuários envolvidos no ciclo de produção e/ou venda e ainda apresentar uma distância máxima de 250 km entre o produtor e o consumidor final. A ideia é que o Mapa da Rede de Cidadania Agroalimentar – RCA não só estimule o acesso e o consumo de orgânicos na região, como sirva de modelo para que o mesmo tipo de plataforma seja realizada em outras partes do país.

Por falar nisso, Florianópolis largou na frente na luta contra o veneno. A capital catarinense vai se tornar o primeiro município do país ‘livre de agrotóxicos’. 

A lei é de autoria do vereador Marcos José de Abreu (PSOL), eleito segundo parlamentar mais votado da ilha com a agroecologia como carro chefe. A ideia é que o armazenamento ou aplicação de pesticidas, de qualquer tipo, seja passível de multa. 

“Nossa principal base foi acreditar que o diálogo era possível”, disse ele, que pretende reverter os valores arrecadados com multas paras as pastas de Saúde e Meio Ambiente de Floripa. 

O projeto prevê ainda a criação de um programa de educação sanitária ambiental para conscientização e informação sobre os riscos do consumo de alimentos com agrotóxicos para a saúde. 

Publicidade

© fotos: reprodução/divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Picolé de cerveja? Como os pernambucanos vão transformar o Carnaval