Tecnologia

Zuckerberg lidera lista de aplicativos mais baixados da década

por: Mari Dutra

A lista dos aplicativos mais baixados da década traz poucas surpresas. Entre 2010 e 2019, os quatro campeões de downloads pertencem hoje à Mark Zuckerberg.

Os dados são apontados por um relatório divulgado pela App Annie, uma empresa de análises para dispositivos móveis. O ranking leva em consideração downloads de aplicativos para iOS e Android.

Facebook, Facebook Messenger, WhatsApp Messenger e Instagram foram os campeões de downloads nos últimos 10 anos. Todos eles pertencem hoje à Mark Zuckerberg, embora os dois últimos tenham sido aquisições realizadas pela Facebook Inc ao longo da década.

10 aplicativos mais baixados da década

A lista de popularidade de aplicativos segue com Snapchat, Skype, TikTok, UC Browser, Youtube e Twitter. Sem dúvida, TikTok é uma das maiores surpresas do relatório visto que, apesar de sua grande popularidade, é um app muito mais recente do que os outros.

Apps mais lucrativos da década

A listagem também aponta quais foram os apps mais rentáveis da década, considerando assinaturas ou compras feitas através do aplicativo.

Nesse sentido, a Netflix ficou com a primeira posição, seguida pelo Tinder e pela Pandora Music. Aplicativos populares como o Spotify e Youtube aparecem em 7º e 8º lugar, respectivamente, enquanto HBO Now conquistou a 9ª posição.

O relatório completo, divulgado pela App Annie no dia 19 de dezembro, pode ser consultado neste link, em inglês.

Publicidade

Foto em destaque: CC BY 2.0 JD Lasica

Imagens no corpo do texto: App Annie


Mari Dutra
Especialista em conteúdos digitais, Mariana vive na Espanha, de onde destila textos sobre turismo, sustentabilidade e outros mistérios da vida. Além de contribuir para o Hypeness desde 2014, também compartilha roteiros e reflexões mundo afora no blog e no Instagram do Quase Nômade.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Entenda como o Google escuta conversas privadas em português