Diversidade

1ª drag queen foi ex-escravo que se tornou 1º ativista a liderar resistência LGBTQ nos EUA

por: Redação Hypeness

William Dorsey Swann foi a primeira pessoa a se autointitular como drag queen. Nascido escravizado em Maryland, nos Estados Unidos, por votla de 1858, ele se tornou a primeira drag da história após conquistar a liberdade.

Swann teria usado o termo “queen of drag” por volta dos anos 1880 e foi preso inúmeras vezes pela polícia, uma delas por “representação feminina”, em 1888. Posteriormente, ele teria passado 10 meses na cadeia pela acusação falsa de “manter uma casa desordenada” – eufemismo para possuir um bordel.

O ativista recorreu da sentença e pediu o perdão do presidente Grover Cleveland. Embora o pedido tenha sido negado, este se tornou o primeiro caso conhecido de pessoas LGBTQ perseguindo seus direitos legais no país.

Swann não apenas performava como drag queen. Ele também organizava bailes drag que reuniam outros ex-escravizados para dançar e se vestir como verdadeiras rainhas.

Outro exemplo de resistência vivido pelo americano foi durante a prisão de um grupo de homens vestidos como mulheres em Washington, em 1888. Enquanto diversos deles, inclusive Swann, não lograram se safar, cerca de uma dúzia saiu livre, graças à coragem do ativista, que enfrentou o tenente responsável pela operação com gritos de “Você não é um cavalheiro”, segundo conta o El Español.

Recentemente, o pesquisador Channing Gerard Joseph transformou a história do queen of drag em livro. Sua obra, intitulada “House of Swann“, detalha 15 anos de pesquisa sobre a vida do pioneiro queer e deve ser lançada ainda este ano pela editora Crown, nos Estados Unidos.

Publicidade

Crédito sob as imagens


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Netflix vai contar história de 1ª negra milionária dos EUA