Inspiração

A história de como a forma de coração se tornou símbolo do amor

por: Redação Hypeness

O coração nem sempre foi usado para representar o amor, mas diversas culturas passaram a associar o sentimento a esse símbolo por motivos diferentes… Recentemente, o site Messy Nessy Chic recuperou essa história para celebrar o Dia de São Valentim, tido como celebração do amor em vários países do mundo.

Na Líbia, na antiguidade, a vagem da semente do sílfio era usada como contraceptivo. E, por acaso, ela se parecia bastante às representações que fazemos hoje de um coração. Outra hipótese é de que esse formato remetesse a uma vulva ou simplesmente à figura de uma pessoa de costas.

No livro “The Amorous Heart: An Unconventional History of Love“, a autora Marilyn Yalom menciona que uma moeda encontrada no Mediterrâneo no século 6 a.C. trazia a figura do coração, também encontrada em cálices da época. Acredita-se que o formato então era provavelmente associado às folhas de parreiras.

Até que chega a Idade Média e, com ela, o amor aflora. Os filósofos medievais se baseiam em Aristóteles, que havia dito que “o sentimento vivia não no cérebro, mas no coração”. Daí também revive-se a ideia grega de que o coração teria sido o primeiro órgão criado pelo corpo e a associação passava a ser perfeita.

Entretanto, por mais que o símbolo estivesse começando a pegar, nem todos os corações eram representados na forma que fazemos hoje. Seu desenho incluía formatos de peras, pinhas ou losângulos. Além disso, até o século 14 o órgão era frequentemente representado de cabeça para baixo.

Um dos primeiros registros oficiais do coração sendo usado como símbolo de amor aparece em um manuscrito francês do século 13, intitulado “Roman de la Poire”. Na imagem, ele não apenas é visto de cabeça para baixo, mas aparentemente de lado.

Uma reportagem publicada pela revista SuperInteressante indica que a simbologia ganhou o mundo há cerca de 3 mil anos, acompanhando a cultura judaica. Isso porque os hebreus associam os sentimentos ao coração há muito tempo, provavelmente pelo aperto no peito que sentimos ao tomarmos um susto ou quando estamos ansiosos.

Publicidade

Com informações de Messy Nessy Chic

Foto em destaque Debby Hudson


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Uber anuncia viagens de graça para quem for doar sangue