Sustentabilidade

Antártica bate os 20 graus celsius e tem temperatura mais alta da história

por: Yuri Ferreira

O jornal britânico The Guardian publicou uma informação assustadora. Depois de, na semana passada, o continente da Antartica ter registrado a mais a alta temperatura de sua história, hoje quinta-feira (13), o recorde já foi superado. Pesquisadores brasileiros da região identificaram a medição na Ilha Seymour. A temperatura registrada foi de 20,75ºC.

Para se ter uma ideia, o número é tão absurdo que foi a temperatura máxima registrada na terça-feira (11), na capital paulista. Enquanto o verão se intensifica no continente gelado, aqui a influência de frente frias vem alterando a cara da estação mais quente do ano.

“Nós estamos vendo uma tendência de aquecimento em diversos locais que estão sendo monitorados, mas nunca vimos algo parecido com isso. Nós temos mudanças climáticas na atmosfera diretamente relacionadas com as transformações na permafrost e no oceano. Tudo que está acontecendo é muito bem interligado”, afirmou o pesquisador brasileiro Carlos Schaefer, da Universidade Federal de Viçosa ao The Guardian.

O aumento das temperaturas pode gerar o derretimento das calotas polares, o que pode causar um grave impacto no nosso clima

– Ártico aquece em uma década o mesmo que o resto do planeta em 137 anos, mostra estudo

O último recorde havia sido registrado há uma semana atrás, quando os termômetros da Base Esperanza, controlada pelo Sistema Meteorológico Nacional, da Argentina, atingiram 18,3º C na região. A temperatura mais alta registrada desde os dois últimos recordes era de 17,5ºC. Estudos indicam que, desde que o clima começou a ser monitorado por lá, a temperatura média da Antártica cresceu 3 graus celsius.

Quanto ao último recorde, o cientista Eric Steig, da Universidade de Washington, afirmou que após ele, se observaria uma tendência. “Esse recorde não me aparece como uma surpresa. Por mais que exista uma variabilidade de década a década e a temperatura possa aumentar, a tendência observável por trás desses números e observável ao redor de quase todo o continente é alarmante”, afirmou ao The Washington Post.

– Microplásticos são encontrados em pinguins na Antártica e preocupam cientistas

O impacto de um aumento de temperatura na região é direto. Com o derretimento mais frequente de calotas polares, os níveis dos mares aumenta, podendo causar grandes danos para regiões litorâneas e danos irreversíveis à maneira como a chuva e as temperaturas se comportam ao redor do globo.

Muita gente prefere ignorar a existência das mudanças climáticas e vive numa grande teoria da conspiração. Mas é difícil negar a realidade: o nosso clima está sendo diretamente influenciado e alterado graças a intervenção humana. Novos fatos científicos são divulgados dia após dia comprovando a transformação pela qual a Terra está passando.

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.


X
Próxima notícia Hypeness:
Jacaré com mais de 300 kg deixa perplexos moradores de vilarejo à beira de lago