Arte

Artista cria esculturas de pássaros incrivelmente realistas com papel colorido

por: Gabriela Glette

Mais do que homenagear uma espécie, a arte pode ser uma excelente maneira de militar a favor da natureza. Admiradora dos pássaros, a artista colombiana Diana Beltran Herrera cria esculturas incrivelmente realistas de diferentes espécies de pássaros utilizando apenas papel colorido. Para não fracassar na proporção, pardáis, papagaios e outras aves são representadas em tamanho real – um verdadeiro tributo aos animais que representam a liberdade.

esculturas pássaros papel 1

Depois de anos fazendo a mesma coisa, hoje sua coleção é formada por centenas de esculturas. Seu processo criativo consiste em colecionar fotografias e informações sobre a anatomia destes animais, para depois poder dar asas à criatividade.Fiz um arquivo com diferentes visões, cores e informações especiais. Para fazê-los, primeiro escolho um perfil e os desenho – as asas, os pés, o rosto – no Illustrator. Meu trabalho é meio digital, meio artesanal. Imprimo tudo e corto antes de montá-lo. Demoro pelo menos quatro dias para fazer um pássaro.”

esculturas pássaros papel 2

Baseada em Bogotá, seu trabalho é resultado de um processo de reconexão com a natureza. Instigada pelo desejo de conhecer mais sobre os animais que convivem conosco no planeta, a artista chegou a se reunir com membros de um grupo de ornitologia para aprender mais sobre os pássaros.

esculturas pássaros papel 3

No entanto, as esculturas de Diana também têm bastante a nos ensinar sobre a simplicidade da arte. Somos acostumados a atrelar relevância a suportes caros e materiais variados, premissa que ela mostra ser totalmente falsa: Eu mesmo pinto. Acrescento aquarela ao papel para obter o tom de que preciso. Uso materiais diários muito básicos e os transformo em algo que tem mais valor. Com o meu trabalho, quero mostrar às pessoas que você pode fazer grandes coisas com o material mais simples possível: papel. Você só precisa de tempo e imaginação.”

esculturas pássaros papel 4

Utilizando apenas papel e arame para os pés, sua arte é viva e possui uma ideologia que muita gente vem esquecendo. “Mais do que criar pássaros, o objetivo real do que faço é usar esse trabalho como modelo para exercer um comportamento. É um convite para redescobrir o que existe, para ver mais e entender que não estamos sozinhos aqui. Fazemos parte de um grande sistema e, como tal, precisamos aprender a respeitar e se relacionar. ”

Publicidade

Fotos: Instagram


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
A nova Mulher Maravilha é uma indígena brasileira