Viagem

Com mesma população há 30 anos, Uruguai traça plano para atrair estrangeiros

por: Vitor Paiva

Se o Uruguai segue progredindo em diversas frentes importantes, um aspecto desse país vizinho parece fadado a não avançar: sua população. Com cerca de 3,5 milhões de habitantes a população uruguaia é praticamente a mesma há 30 anos, o que pode oferecer o delicioso clima bucólico e tranquilo, mas também acaba por ajudar a estagnar a economia.

Para tentar atrair moradores estrangeiros, o novo presidente Luis Lacalle Pou anunciou um programa a fim de facilitar a vida de quem quiser morar no Uruguai. Com informações da BBC Brasil. 

– Como morar no Uruguai: Tudo o que você precisa saber antes de arrumar as malas

Luis Lacalle Pou, novo presidente do Uruguai

Para se ter uma ideia, toda a população uruguaia equivale a quase metade dos habitantes da cidade do Rio de Janeiro. A ideia do novo programa é flexibilizar as regras atuais para se estabelecer residência no pais, tanto no aspecto burocrático quanto fiscal.

Montevidéu, capital do país

“O Uruguai sempre foi um país de braços abertos para países que expulsam seus habitantes, como venezuelanos, cubanos e de outros lugares da América Latina”, afirmou o novo presidente. “Mas também é um lugar para as pessoas que não estão com problemas (em seus países de origem), dizem que aqui é um lugar onde se respeita o investimento, onde podem trazer suas famílias, onde há segurança jurídica.”, disse.

Centro de Montevidéu

O projeto enfrenta críticas de diversos setores na política uruguaia. A Frente Ampla (que passará de governo à oposição) afirmou temer que as medidas façam o país voltar ao passado quando servia como “paraíso fiscal” para países vizinhos. Além disso, outros críticos afirmaram que a medida de Lacalle Pou busca atrair somente imigrantes ricos, e questionaram a capacidade do país em receber milhões de novos moradores, diante de um cenário que já apresenta 9% de desemprego. Para os assessores do novo presidente, porém, justamente os investidores estrangeiros poderão trazer as “oportunidades econômicas” capazes de aquecer a economia do país.

Plaza Independencia, no centro da cidade

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
De trailer pelos EUA: brasileiros contam os perrengues da vida real na estrada