Inspiração

Conheça a história do Troy, o Golden Retriever que mudou a vida dos donos de pets com necessidades especiais

por: Gabriela Glette

Precisamos admitir: um cachorro é muito mais do que um companheiro. Ter um doguinho em casa deixa nossa vida muito mais divertida, cheia de significado e repleta de amor. No entanto, no decorrer da vida de seu cachorro, ele pode sofrer algum acidente, ter alguma doença, ou simplesmente chegar à velhice, o que certamente o deixará com algumas limitações e necessidades especiais. Neste caso, precisamos estar preparados para que nosso melhor amigo viva da melhor maneira possível com a sua condição.

Dentre todas as necessidades especiais, as mais comuns são cegueira, surdez ou até mesmo dificuldades no aparelho locomotor. A perda da visão ou audição geralmente acontece com os cães idosos, ou se o pet tiver diabetes ou algum tumor. Já a dificuldade de se locomover, pode resultar de diversos problemas, como por exemplo doenças hereditárias, fraturas, ou até mesmo a perda de um membro.

A perda de movimento de uma das patas foi exatamente o que aconteceu com Troy (@golden.terriever) – um Golden Retriever, que sofreu um acidente doméstico. Ele caiu e acabou rolando dois lances de escada quando tinha 3 anos. Depois de uma série de exames, sessões de fisioterapia e acupuntura, o cãozinho já não sentia mais sua perna. Durante três anos, Troy usou uma prótese sob medida, mas quando começou a ter problemas na coluna, precisou se adaptar à cadeira de rodas

Para sua dona – Aline Prado Rodrigues, o mais importante era adaptar sua vida e sua casa: “Se ele voltaria a andar ou não, não era prioridade. Depois disso adaptei ele com seu acesso! Uma enorme cadeira de rodas, que nos trouxe toda liberdade de passeios no parque novamente”.

Aline encontrou ainda mais propósito em sua história com Troy quando ele fez primeiro passeio usando a cadeira de rodas, uma volta em pleno domingo na Avenida Paulista. De lá para cá, o movimento que busca ajudar donos de dogs especiais se tornou cada vez maior, Aline quer mostrar para todos que ter um pet especial é como ter qualquer outro animal. Hoje, o grupo do WhatsApp ‘Família de Rodinhas’ tem mais de 130 participantes e promove apoio emocional, troca de histórias e dicas para donos de animais com necessidades especiais.

No caso de Troy, foi preciso um tratamento contínuo de fisioterapia, acupuntura e laserterapia. Ele viveu por 10 anos, sendo 7 como cão especial. Porém, infelizmente o Golden Retriever que mudou a vida não só de Aline, mas de muitos, teve um câncer agressivo na coluna que se espalhou em cerca de 30 dias. Troy acabou morrendo em março de 2019.

Entre todos os desafios e dificuldades, Aline assegura que tornou-se uma pessoa melhor graças a Troy: “Ele me ensinou muitas lições, e tudo que passamos nos tornou assim: melhores e mais fortes. Eu me tornei melhor, mais criativa, mais proativa, e absolutamente mais inclusiva. A vida só acaba quando morremos”.

Troy cão especial 2

A história de Troy e Aline nos mostra que, um cãozinho especial é como qualquer outro, capaz de nos dar amor, fazer companhia e nos ensinar muito. Portanto, o primeiro cuidado que devemos tomar é diagnosticar o problema o quanto antes, para que assim possamos fazer todas as adaptações necessárias.

Fique atento a qualquer mudança de humor ou comportamento de seu cachorro, e caso note algo de estranho, leve-o ao veterinário para que ele possa fazer exames e ser examinado rapidamente. Depois do diagnóstico, no entanto, precisamos nos ajustar com a nova realidade do nosso doguinho. Veja alguns exemplos:

1. Tenha uma rotina de exercícios com seu cachorro

Uma vida sedentária é altamente prejudicial ao seu cachorro, mesmo que ele tenha necessidades especiais. Neste caso, basta adaptar os exercícios e encontrar uma atividade que ele possa fazer sem prejudicar sua saúde. Tente sair de casa e passear ao ar livre com ele, mesmo que seja em uma cadeira de rodas. Cachorro é um animal que precisa gastar energia, senão corre o risco de ficar deprimido.

2. Valorize a alimentação de seu doguinho

De nada adianta tomar os remédios em dia, visitar o veterinário com frequência, fazer exercícios e se alimentar mal. Invista em uma ração de qualidade, como é o caso da Güd, feita com ingredientes naturais, livre de alimentos transgênicos e conservada naturalmente, a marca busca oferecer o que há de melhor para quem está sempre ao nosso lado. Prestar atenção na alimentação do seu dog vai te ajudar a manter a saúde dele sempre em dia.

3. Adapte a sua casa

Se o seu cachorro não enxergar ou possuir dificuldades de se locomover, você terá que fazer algumas adaptações em sua casa para que ele possa continuar levando uma vida independente. Não deixe móveis na frente de sua caminha, e caso sua casa tenha escada, compre uma cerca para que ele não tenha perigo de cair e se machucar.

4. Anote os remédios na geladeira

Vivemos um cotidiano corrido, cheio de coisas para resolver e datas para lembrar. É natural que, às vezes, role um esquecimento de certas coisas. Para você não correr este risco, anote na geladeira o nome e os horários dos remédios que seu cãozinho precisa tomar ou até mesmo coloque alarmes no celular. Afinal, isto faz toda a diferença!

5. O mais importante: dê muito amor a ele!

Com todos estes cuidados, não podemos esquecer do mais importante: encher o seu cãozinho de amor e de carinho. É essencial que ele se sinta acolhido e em segurança, por isto não deixe de lhe dar todo o amor que ele precisa. Isto sem contar que a explosão de ocitocina decorrente dos afagos que damos em nossos pets, faz um bem danado à nossa saúde também.

cachorros especiais 4

O Troy mudou a vida da Aline e de quem conheceu sua coragem, alegria e vontade de viver independente das adversidades. Tem uma história bonita dessas pra contar pra gente? Queremos descobrir mais sobre os doguinhos que deram belas lições de vida para nossos leitores <3

Troy cão especial 3

Publicidade

Fotos 1, 4 e 7: Diogo Condé

Foto 2: NY Daily News

Fotos 3: FIGo

Foto 5: divulgação GUD

Foto 6: Instagram

Foto de capa: Pat Carvalho


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ela desmente ‘corpos perfeitos’ de perfis do Instagram e tem mais seguidores que a maioria deles