Arte

Desfilar na segunda e outros indícios de quem pode ser campeã do Carnaval carioca em 2020

por: Redação Hypeness

As estatísticas não mentem… Ou pelo menos, se repetem: desde 1984, quando o desfile das escolas de samba do Grupo Especial no Carnaval do Rio de Janeiro foi dividido em duas noites – domingo e segunda de carnaval – na maioria esmagadora das vezes as escolas que passam avenida na noite de segunda-feira vencem o campeonato.

O Grupo Especial neste século foi disputado por 12 ou 14 escolas, sendo 6 ou 7 a cada dia. Os dados obtidos por um levantamento dos últimos 20 desfiles podem fazer com que as pessoas tenham dúvidas sobre o sistema de jurados e os mecanismos de sorteio da ordem de entrada na avenida. 

As coincidências são grandes: em 35 campeonatos, as escolas de segunda-feira venceram 29 vezes. Dá até para contar nos dedos os títulos das escolas de domingo: Mocidade (1985), Mangueira (1987), Imperatriz (1994), Mocidade (1996), Vila Isabel (2006) e Unidos da Tijuca (2010).

– Homenagem a Paulo Freire e exaltação do conhecimento fizeram Águia de Ouro Campeã pela 1ª vez em SP

Nenhum outro fator, como o resultado do ano anterior, o nome do carnavalesco ou o tema do enredo, apresenta maior correlação com o resultado do que a ordem dos desfiles. 

Já virou superstição dos carnavalescos e diretores de escolas: o primeiro bom indício de um grande desfile é a posição de apresentação. Em meados do ano, quando se realiza o sorteio da ordem das apresentações, as escolas, quem pega a segunda-feira na programação tem mais chances. 

– Rainha de bateria trans prova que Carnaval só sobrevive com a diversidade

Um dos principais motivos atribuídos para este padrão das segunda-feiras, segundo quem acompanha de perto o Carnaval carioca, é o fato de que as notas são fechadas pelos jurados após a passagem da última escola, já na manhã de terça-feira – o que dá mais tempo para os jurados digerirem os erros das escolas da primeira noite, enquanto as escolas da segunda noite, que acabaram de passar na avenida, ainda estão frescas na memória, causando bastante impressão.

Mangueira, a vencedora do ano passado, desfilou em uma segunda-feira

Para 2020, os especialistas têm a expectativa de que a regra poderá ser quebrada: as duas primeiras colocadas do último Carnaval, Mangueira e Viradouro, além da sempre favorita Portela, desfilaram no domingo. 

Já os Acadêmicos do Salgueiro estão cheios de esperança pois desfilaram na segunda-feira –  os dois últimos campeonatos da vermelha e branca da Tijuca aconteceram neste dia, em 1993 e 2009.

– Carnaval: Thaís Carla posa de Globeleza em ensaio anti-gordofobia: ‘Ame seu corpo’

Oficialmente, as escolas são distribuídas por sorteio, exceto a novata, que recebe a posição mais inglória. Apesar disso, a presença das principais escolas – como Beija-Flor, Mangueira, Portela e Unidos da Tijuca – nas posições mais favoráveis é muito superior ao que seria esperado estatisticamente. Outras, todas menores, ficaram anos amargando a abertura do desfile de segunda-feira, a pior posição do melhor dia. Porto da Pedra e São Clemente desfilaram cinco vezes lá cada e nunca passaram de sétimo.

Em comunicado ao UOL, o assessor de imprensa da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa), Vicente Dattolu, disse que a primeira posição do desfile é dada à escola que vem do acesso. Fora isso, as posições são definidas por “sorteio puro”. O fato de haver tantas campeãs num dia e rebaixadas no outro é apenas coincidência.

Publicidade

Foto: AgNews


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Lisa Ericson denuncia emergência climática por meio de criações mágicas