Debate

Ele se chama Hitler Cigarruista: ‘Meu pai queria provar que poderia haver um Hitler bom’

19 • 02 • 2020 às 16:12
Atualizada em 19 • 02 • 2020 às 16:20
Yuri Ferreira
Yuri Ferreira   Redator É jornalista paulistano e quase-cientista político. É formado pela Escola de Jornalismo da Énois e conclui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo. Já publicou em veículos como The Guardian, The Intercept, UOL, Vice, Carta e hoje atua como redator aqui no Hypeness desde o ano de 2019. Também atua como produtor cultural, estuda programação e tem três gatos.

Nome é uma coisa que a gente não escolhe, a princípio. Tem quem venha como João e Maria, tem quem venha com um nome mais exótico. Mas imagina se você tivesse o nome do maior vilão da história do mundo.  E não, não estamos falando de Thanos ou Joker, mas de Hitler.

Muita gente se chama Adolfo, mesmo que o nome tenha caído em desuso após o nazismo. Mas alguns pais e mães não foram por esse lado. Ao menos o pai desse jornalista panamenho, que ultrapassou os limites e nomeou seu filho como Hitler Cigarruista. No batismo cristão, José Hitler. No cartório, somente o segundo nome. A história foi publicada pelo jornal El País.

– Adolf Hitler tinha micropênis, mostram indícios em registros médicos

Hitler Cigarruista tem muitas histórias acerca de seu curioso nome

– A história de Otto Dix, o artista acusado de conspirar contra Hitler

Hitler Cigarruista sofre mesmo nas redes sociais. Os algoritmos do Gmail, Google e Facebook não permitem que ele use seu nome original. “Infelizmente o Facebook não me permite usar Hitler. Nunca tentei descobrir se deveria fazer algo para resolver isso. Aceitei a circunstância e comecei a usar o nome do meu filho, Carlos”, contou ao EL PAÍS. As únicas redes sociais que o autorizam são Twitter e Linkedin.

Não para por aí. Além de alguns colegas de profissão caçoarem do nome e chamá-lo de outras coisas, ele também sofre um desconforto ao ter de apresentar seus documentos.

“Na primeira vez que voei para a Alemanha entreguei meu passaporte e a moça que estava na alfândega não podia acreditar. Chamou vários colegas. Eles me perguntaram se realmente era meu nome entre risos e surpresa. Mas nada mais, carimbaram o passaporte e entrei. Estava com uma jovem à qual fizeram muito mais perguntas do que a mim sobre a viagem”, afirmou ao EL PAÍS.

– ‘Maldito Hitler!’ Com mais de 100 anos, arara de Winston Churchill passa o dia xingando nazistas

Cigarruista não é um dos únicos com o curioso nome. No Brasil, um delegado da Polícia Civil ficou famoso por ter sido batizado após uma figura não menos menos nobre que o do jornalista panamenho. Hitler Mussoline Domingues Pacheco virou meme na internet graças ao seu nome, o mesmo do sanguinário ditador fascista italiano.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Facebook


Canais Especiais Hypeness