Matéria Especial Hypeness

Fome é entretenimento? Choro de Thelma levanta debate sobre limites no ‘BBB20’

por: João Vieira

Uma das mais agitadas edições do ‘Big Brother Brasil’ nos últimos anos, o ‘BBB20’ tem levantando uma quantidade debates sérios de forma até então inédita na história do programa, que já acumula acusações de tortura, expulsões por agressão e até ex-participante preso por pedofilia. Só que nenhuma edição levantou tantas questões sociais ao mesmo tempo como a deste ano.

Pela primeira vez composto propositalmente por pessoas relativamente famosas, o ‘BBB20’ acumula duas acusações de assédio, diversos debates sobre misoginia e machismo, questões de raça e até conversas sobre zoofilia. A quantidade de polêmicas trouxe a iminência de um debate sobre os limites do entretenimento, assunto que ganhou força nesta terça-feira (18).

– Babu Santana desabafa no BBB sobre falta de chances por racismo no meio artístico

Durante a madrugada, a participante Thelma, uma das três pessoas negras da casa, acordou chorando, reclamando de fome e dor de barriga. A médica causou comoção entre suas companheiras, que cederam alguns biscoitos para que ela pudesse se alimentar.

Na área externa, ao ver Thelma aos prantos procurando comida, o brother Daniel, que entrou no ‘BBB20’ após disputa na Casa de Vidro, chegou a rir da cara dela.

Não tem como não se sensibilizar com o vídeo da Thelma chorando. A cena não é agradável. Fome é a realidade de muitos brasileiros. Assistir o sofrimento de alguém, ainda mais com um assunto tão delicado, não é algo que me divirta“, afirma Bárbara Saryne, repórter do Yahoo! Brasil e do jornal O Dia, que cobre essa edição do BBB.

Explicando a polêmica

A discussão sobre racionamento de comida deu início após Lucas não doar qualquer estaleca para as compras coletivas da Xepa, grupo de participantes que tem menos privilégios de alimentação. Ele justificou a escolha dizendo que havia guardado alimento na semana anterior e não precisava fazer novas compras.

Lucas não doou nenhuma estaleca para as compras da Xepa

Assim, diversas brigas começaram a surgir na casa sobre a divisão de comida, algo que foi usado por alguns participantes para levar Babu, um dos que mais reclama sobre a forma como a comida é tratada na casa, ao paredão.

Quem está na Xepa tem menos opções de alimentação do que quem está no Vip. A divisão é decidida a partir da prova do líder, e se quem estiver na Xepa comer algo do grupo Vip, a punição prevista coloca toda a casa no Tá com Nada, grupo que só pode se alimentar de arroz, feijão e goiabada.

Bastava cometer uma infração para todos da casa irem para Tá com Nada e terem feijão, arroz e goiabada à vontade“, diz Bárbara. “Senti falta daquela união das mulheres no início do jogo. Vendo as cenas imaginei outra postura das meninas. Pensei na possibilidade de todas se unirem para comer algo do Vip e se manterem juntas encarando as consequências do Tá com Nada – que é um banquete perto do que muitas famílias brasileiras têm na mesa“.

Programa tem como evitar esse tipo de situação?

O caso envolvendo Thelma acendeu um alerta sobre até onde o programa deve deixar os participantes se virarem de acordo com as regras. A superlotação da Xepa e a falta de alimento para todos indica que há brechas nas regras do programa podem levar a situações extremas.

Os participantes entram sabendo das regras do programa, mas a Globo não pode se isentar da responsabilidade. Não sei se essa madrugada já seria hora de fazer alguma coisa, mas se essa situação for prolongada, é preciso intervir nem que seja com um sinal que os faça lembrar que existe a opção de todos irem para o tá com nada. Em 2018, quando Ana Clara e Kaysar bateram o recorde de tempo em uma prova de resistência, os dois sabiam que a regra era suportar fome, cansaço etc. Ainda assim, a emissora ofereceu isotônico para hidratar após horas de prova. Alimentação é uma necessidade básica“, explica Bárbara.

A repórter se refere a um caso ocorrido durante o BBB 18. Em uma prova de resistência, Ana Clara e Kaysar ficaram 43 horas disputando o líder, até que a produção resolveu intervir e declarar empate por questões de saúde.

Ana Clara e Kaysar na prova de resistência do BBB 18

“A gente está se aproximando de 43 horas. Por motivos de saúde, nós vamos encerrar a prova e declarar empate. Pela saúde de vocês. A gente admira o quanto vocês lutaram”, anunciou na época Tiago Leifert.

Outro lado

Mesmo com toda a repercussão, a Globo não se manifestou sobre o ocorrido na madrugada. Há a expectativa de um posicionamento da emissora durante a noite desta terça, quando o programa eliminará mais um participante.

Publicidade

Fotos:  TV Globo/Divulgação


João Vieira
Com seis anos de jornalismo, João Vieira acredita na profissão como uma ótima oportunidade de contar histórias. Entrou nessa brincadeira para dar visibilidade ao povo negro e qualquer outro que represente a democracia nos espaços de poder. Mas é importante ressaltar que tem paixão semelhante pela fofoca e entretenimento do mais baixo clero popular.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Brasil insiste em ignorar diversidade e política ficou ainda mais branca e masculina