Fotografia

Fotos de nuvens multicoloridas fluorescentes no céu da Sibéria viralizam não por acaso

por: Gabriela Glette

Alguns fenômenos da natureza só se mostram àqueles que têm coragem de sair de sua zona de conforto. Na última semana, imagens compartilhadas pela fotógrafa russa Svetlana Kazina acabaram viralizando, não por acaso. Há 20 anos, ela deixou seu emprego na cidade grande e mudou-se com os filhos para uma cabana de madeira na aldeia montanhosa de Uznezya, perto da fronteira com o Cazaquistão. Apesar de não ter aquecimento, banheiro ou até mesmo água corrente, a cabana tinha absolutamente tudo o que a família precisava: o contato com a natureza. Foi justamente esta vida que permitiu com ela presenciasse este fenômeno de tirar o fôlego, no qual as nuvens multicoloridas do céu da Sibéria transformam-se em obra de arte.

fenômeno nuvens multicoloridas 1

As fotografias foram tiradas durante a mais recente viagem de Svetlana ao pico mais alto da Sibéria. Ao explorar as áreas ao redor da montanha Belukha, ela capturou o colorido fenômeno óptico conhecido como iridescência das nuvens, causado por pequenas gotas de água ou cristais de gelo que espalham a luz individualmente. Tão raro quanto belo.

fenômeno nuvens multicoloridas 2

No entanto, chegar até ele não foi assim tão simples. Segundo ela: De onde eu moro, é uma viagem de um dia de carro até uma vila próxima, após o que a estrada termina. Depois, dois dias a pé ou a cavalo até o vale Ak-Kem e mais um dia ao pé da montanha Belukha.”

fenômeno nuvens multicoloridas 3

Os registros foram feitos durante uma manhã gélida de inverno, enquanto ela aguardava o sol nascer no lago congelado Ak-Kem. Para deixar as imagens mais nítidas, ela contou com a ajuda de filtros polarizadores e boas lentes fotográficas. No entanto, embora as nuvens tenham ficado mais vivas nas fotos, elas também são visíveis a olho nu. Basta ter a sorte de estar no lugar certo e na hora certa.

fenômeno nuvens multicoloridas 4

Graças às redes sociais, nós podemos conferir estes e outros registros que a fotógrafa faz da região em que habita. Montanhas e lagos congelados, animais selvagens e imagens que só a natureza consegue nos proporcionar. Isto sim é luxo!

Publicidade

Fotos: Instagram


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!


X
Próxima notícia Hypeness:
Diretor de arte colore fotos antigas em preto e branco de casais LGBT