Debate

Macaulay Culkin dá sua versão de relação com Michael Jackson: ‘Não teria motivo para esconder algo’

por: Yuri Ferreira

Os escândalos da vida pessoal de Michael Jackson continuam a reverberar mesmo após quase 11 anos da morte do rei do pop. Acusado de pedofilia durante sua vida e posteriormente denunciado por diversas pessoas que frequentaram sua ‘Neverland’, a vida do cantor sempre esteve em grande turbulência.

Um dos personagens centrais dessa história era Macaulay Culkin. O ator mirim e estrela de ‘Esqueceram de Mim’, que posteriormente caiu em ostracismo, foi muito amigo de Michael e milhares de boatos acerca de relação de Culkin com Jackson foram dispersados desde os anos 90. Mas em entrevista recente à Esquire, Macaulay deu sua versão sobre os fatos.

– Novo documentário reabre as denúncias de abuso sexual contra Michael Jackson

E ao contrário do que muitos esperavam, Macaulay afirmou que Jackson nunca fez nada com ele. A relação entre ambos era somente de amizade, pelas palavras do ator. O relato bate com o testemunho dado por Culkin em 2005, em um processo em que MJ foi inocentado da acusação de ter intoxicado e abusado sexualmente de um menino de 13 anos.

“Olhe, essa é a verdade: Ele nunca fez nada comigo. Eu nunca o vi fazer nada. E especialmente neste momento do tempo, eu não teria algum motivo pra esconder. O cara está morto. Não vou dizer que seria certo ou algo do tipo, mas agora seria um bom momento para falar. E se eu tivesse algo para falar sobre o assunto, eu com certeza faria isto. Mas não, eu nunca vi nada. Ele nunca fez nada”, afirmou.

– Namorada secreta de Michael Jackson sai em sua defesa e revela detalhes da relação

O ator ainda comentou uma estranha interação com James Franco, que fez talvez um impensado, mas certamente indelicado questionamento sobre o documentário ‘Leaving Neverland’ quando encontrou Culkin, que revelou a proximidade da estrela de ‘Esqueceram de Mim’ e MJ.

“Aqui vai uma história boa sobre MJ que não o envolve de forma alguma. Uma vez eu encontrei o James Franco em um avião. Eu tinha o encontrado dois ou três anos antes. Nós demos um cumprimento de cabeça enquanto guardávamos a mala. ‘Oi, e aí?’, ‘Como vai?’. Foi logo após o lançamento de Leaving Neverland e ele disse ‘Então, aquele documentário, né?’. E foi tudo o que ele falou. Eu fiquei meio: ‘Uhum.’. Silêncio. Então ele falou: ‘O que você achou?’. Eu falei: ‘Você quer falar sobre algum amigo seu que está morto?’. Ele respondeu: ‘Não, não quero’. Então, eu disse: ‘Legal, cara, bom te ver”, relatou Culkin.

Após 25 anos de seu último filme, Culkin hoje é aposentado. Depois ter feito uma grande fortuna e ter uma decisão legal que impediu que seus pais tivessem acesso ao dinheiro, o ator tem projetos de intervenção artística, mas não pretende voltar às telinhas.

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Advogada de globais que denunciaram Marcius Melhem vem a público: ‘trancava e agarrava à força’