Criatividade

Mantegonha: Receita de bolo de banana com maconha prova versatilidade da erva

por: Yuri Ferreira

Mesmo proibida, a cultura canábica é muito grande no país. Cerca de 1,5 milhão e meio de pessoas fumam maconha diariamente no Brasil e mais de 8 milhões de pessoas já experimentaram a danada no nosso país, segundo o Levantamento Nacional de Álcool e Drogas. Nessas indas e vindas, certamente você já ouviu falar dos bolinhos espaciais ou de cookies com cannabis. A culinária ‘verde’ é uma realidade.

O site ILoveGrowingMarijuana, especialista gringo em dicas para um consumo saudável da verdinha, publicou uma receita que viralizou recentemente. A mistura do tradicional bolo de banana com a maconha levou muita gente à loucura.

– Hambúrguer, jujubanza e chimarronha: 7 produtos de maconha que são uma brisa psicodélica

Um toquezinho de cannabis em um banana bread é a prova da versatilidade da culinária relacionada à maconha

Através do que o criador da receita chama de ‘cannabutter’ ou mantegonha, em uma tradução livre – basicamente uma mistura de um óleo com maconha -, é possível criar uma série de receitas que levam óleo e podem acabar alterando o seu estado de consciência sem fumar a planta.

“Essa receita é para o bolo de banana mais molhadinho e saboroso que você já provou. Além disso, é muito fácil de fazer”, disse Robert Bergman, criador do site.

A cannabutter é feita com manteiga aquecida – mas numa temperatura que não gera fritura. Aí segue-se a mistura normal, com a diferença que a manteiga de maconha substitui o óleo original da receita. Você pode conferir o passo-a-passo integral na receita original publicada no I Love Growing Marijuana, mas ela está em inglês.

– Sorveteria cria um delicioso sorvete com CBD, a substância medicinal da maconha

Se comer maconha te deixa com mais larica, é importante ficar de olho. Apesar de todos os benefícios explicitamente comprovados em estados americanos e países que legalizaram a maconha, uma malefício foi encontrado: por seu efeito de ‘larica’, a maconha aumentou exponencialmente o consumo de fast food e junk food nos EUA.

– O chimarrão de maconha já é uma realidade no Uruguai

Maconha medicinal no Brasil

Importante lembrar que a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou por unanimidade a legalização do uso medicinal da maconha. Foram 4 votos a 0 em sessão realizada em Brasília. A norma entrou em vigor 90 dias após a publicação em Diário Oficial e os medicamentos podem ser vendidos em farmácias.

O plantio da erva, no entanto, não foi autorizado, o que preocupa quem depende da cannabis para se tratar. A Abrace Esperança emitiu ainda uma nota explicando que, na prática, a aprovação pode provocar o alto custo de produção, que, por sua vez, pode resultar em mercadorias vendidas a um preço elevado – o que não facilita a diminuição da demanda, que atualmente é de pelo menos 55 milhões de brasileiros portadores de doenças crônicas tratáveis com canabidiol.

– Legalização da maconha medicinal sem autorização para plantio desanima pacientes

Quer entender mais como funciona a culinária canábica? Dá uma olhada nesse vídeo, em inglês:

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Cheiro de livro: perfume traz fragrância com aroma de 1 milhão de livros