Ciência

Micróbios encontrados na terra tem ação semelhante aos antidepressivos

por: Redação Hypeness

A raça humana passou mais de 90% de suas vidas em meio à natureza, porém, conforme fomos desenvolvendo a indústria e tecnologia começamos a nos aglomerar cada vez mais em grandes centros urbanos, o que naturalmente nos distanciou da natureza. No entanto, hoje diversos estudos começam a relacionar o contato com a terra com o aumento da produção de serotonina e consequente melhora na saúde e sensação de bem-estar.

micróbios terra depressão 1

Segundo os cientistas, a resposta está no micróbio vaccae, encontrado em solos saudáveis. A partir do estudo da reação de pacientes com câncer a estes micróbios, eles descobriram que eles podem ter ação semelhante a antidepressivos, já que os níveis de estresse caíram consideravelmente entre aqueles que tiveram contato com ele.

micróbios terra depressão 2

Estes micro-organismos elevam os níveis de ocitocina em nosso organismo, o que aumenta a produção de serotonina. Este efeito é a base de medicamentos antidepressivos, como por exemplo o Prozac, com a diferença fundamental de não ter absolutamente nenhum efeito colateral. O baixo índices de serotonina está associado a quadros depressivos, ansiedade, distúrbio bipolar e transtorno obsessivo compulsivo.

micróbios terra depressão 3

Porém, além de estimular a produção de serotonina, não devemos esquecer que estar em contato com a terra, também pode nos encorajar a plantar nosso próprio alimento e a levar uma vida mais saudável. Depois de tanto desenvolvimento, talvez seja a hora de abraçarmos velhor hábitos. Acesse a pesquisa completa aqui.

micróbios terra depressão 5

Publicidade

Fotos: Unsplash


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Morte de médico brasileiro de 28 ano que participava dos testes da vacina de Oxford preocupa