Inspiração

Mulher deficiente com medo de publicar fotos sensuais se surpreende com afeto

por: Yuri Ferreira

Patrocinado por: Namore-se


Nila Morton é uma jovem de 21 anos de Greenville, na Carolina do Sul. Ela, que tem distrofia muscular congênita de Ullrich – doença rara que enfraquece seus músculos – ajuda, indiretamente, no fim do preconceito contra padrões de beleza antiquados que não olham para a diversidade dos corpos humanos.

A norte-americana que é linda, resolveu exibir a beleza para o mundo. Mas não pense que foi fácil. Depois de muito tempo se escondendo, Nila resolveu esbanjar sua sensualidade no Twitter. Por causa da discriminação, ela esperava reações preconceituosas, mas encontrou uma grande comunidade a apoiando e celebrando sua beleza.

– Mulheres com deficiência esbanjam sensualidade em ensaio fotográfico

Nila não teve medo de exibir sua sensualidade nas redes sociais e ao contrário do que se esperava, muita gente gostou

Ela fez essa postagem na rede social:

 

No tweet, ela diz que estava nervosa em postar as fotos porque algumas pessoas a julgariam, mas que ela se sentia linda. Não só ela, mas milhares de pessoas retweetaram e curtiram as fotos de Nila na rede social.

“A maioria das pessoas gostam da minha imagem, o que é chocante. Isso porque eu sei como a sociedade enxerga que pessoas com deficiência não tem uma vida. Mas isso é falso. É claro que o mundo está cheio de babacas, mas tem muito mais gente do bem no mundo”, contou a universitária ao site americano BoredPanda.

– Ensaio fotográfico intenso aborda a sexualidade em pessoas com deficiência

Para ela, a deficiência não é uma coisa limitante para sua beleza e faz parte de quem ela é.

“Eu sou um ser humano, portanto tem os dias em que eu queria mudar alguma coisa. Mas geralmente eu amo meu visual. Eu amo a minha deficiência e minha cadeira de rodas. Para mim, ela é meu trono. É assim que tenho confiança”, afirmou.

– Pessoas com deficiência lançam movimento e tiram fotos pelo direito de ser sexy

O processo de reconforto com sua própria imagem foi doloroso, mas hoje ela superou. Nila inclusive posta vídeos dançando e combatendo o preconceito contra as pessoas com deficiência.

Se você quiser acompanhar melhor a vida de Nila, dá uma olhada no Instagram dela:

View this post on Instagram

💛😘✨ 📸: @daquane_johnson

A post shared by Nila Morton (@nilanmorton) on


Publicidade

Fotos: Reprodução/Twitter


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.


X
Próxima notícia Hypeness:
Sabrina Parlatore diz que ficou 2 anos sem menstruar em menopausa precoce por causa de câncer