Criatividade

Na Índia, campanha faz semáforo voltar ao vermelho se os motoristas buzinarem demais

por: Vitor Paiva

Se a Índia é um país famoso por sua religiosidade, sua culinária, suas belezas naturais e, sendo o segundo país mais populoso, por ser a maior democracia por eleitorado do mundo, ela também carrega a má-fama de seu trânsito caótico e especialmente barulhento. Com uma população de cerca de 20 milhões de pessoas, Mumbai é a segunda cidade mais populosa do país e a sétima do mundo – e, como não poderia deixar de ser, é também uma das barulhentas do planeta – e boa parte dessa terrível sinfonia indiana vem das buzinas. A fama dos “mumbaikars” é de que buzinam até mesmo enquanto o sinal ainda está vemelho, e para tentar reduzir esse ensurdecedor e enlouquecedor aspecto da realidade da cidade, o Departamento de Trânsito de Mumbai desenvolveu a campanha “O Semáforo que Pune”.

Trânsito em Mumbai

A inovação vai direto ao ponto: quanto mais os motoristas buzinarem diante de um sinal de trânsito, mais tempo ele ficará fechado. Através de sensores de decibéis instalados nos semáforos espalhados por toda a cidade-ilha é que a contagem regressiva nos temporizadores que anunciam o sinal verde é estabelecida. Dessa forma, a impaciência é “punida” através de mais espera: se o nível de decibéis exceder o nível de 85 dB, o temporizador reinicia sua contagem.

“Além de ser um hábito ruim, buzinar sem necessidade é um ato de indisciplina no trânsito”, diz Madhukar Pandey, Comissário de trânsito da polícia de Mumbai, também apelidada de “a capital mundial da buzina”.

A campanha, criada em parceria com a agência FCB Interface, já foi testada em cruzamentos intensos da cidade, e o vídeo abaixo mostra o processo dos motoristas aprendendo que a buzina deve ser um recurso de segurança, e que o buzinaço desenfreado não compensa.

“Buzine mais, espere mais”

“As buzinas causam poluição sonora, machucam os ouvidos, aumentam o ritmo cardíaco, criam confusão no trânsito e geram estresse. Todos sabem que buzinar faz mal para a saúde, mas fazem muito pouco para evitar. Essa pequena experiência é uma das muitas tentativas do Departamento de Trânsito de Mumbai de aumentar a disciplina nas ruas da cidade. Esperamos que isso incentive os ‘mumbaikars’ a buzinar menos e criar um trânsito livre de barulho e estresse”, declarou Pandey.

Publicidade

© fotos: divulgação/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Covid-19: contadoras de história fazem lives diárias para entreter crianças na quarentena