Criatividade

Tese diz que ‘Parasita’ se inspirou em filme de Sérgio Mallandro e assusta por coerência

por: Yuri Ferreira

E se toda a inspiração do mago do cinema Bong Joon Ho viesse das grandes pérolas do nosso cinema dos anos 90? O diretor e roteirista de parasita já se declarou um fã da sétima arte produzida no Brasil e até citou Gláuber Rocha em suas referências, mas será que ele estaria pronto para o poder de Sérgio Mallandro nos telões?

Pelo que indica uma sensacional teoria da conspiração no Facebook, talvez. As semelhanças entre o filme ‘Sonho de Verão’, de 1990, que estrela Sérgio Mallandro e as Paquitas, tem uma premissa muito similar à de ‘Parasita’, filme ganhador de 4 estatuetas do Oscar de 2020.

– Muito além de ‘Parasita’: 6 filmes para entender o cinema da Coreia do Sul

Teria Bong Joon Ho se inspirado na poderosa obra cinematográfica ‘Sonho de Verão’, estrelando Sérgio Mallandro, as Paquitas e os Paquitos?

A teoria toda começou quando uma adaptação do filme ‘O Candidato Honesto’, de Leandro Hassum, foi parar no topo das bilheterias da Coreia do Sul. Mas e se o maior filme da história do cinema coreano também fosse inspirado na criação de um humorista brasileiro?

Vamos lá. A história de Parasita, com ALERTA DE SPOILERS: Um jovem desempregado consegue um trabalho na casa de uma família rica e arranja um serviço para seu pai, mãe e irmã, para que eles usufruam do luxo da classe alta. Durante uma viagem dos donos da casa, a família aproveita a casa como se fosse sua, antes da tragédia do filme acontecer.

– ‘Bacurau’ e ‘Parasita’ se encontram na luta de classes e no espírito de resistência

Agora, a história de ‘Sonho de Verão’, com spoilers: Uma família de bacanas do Rio de Janeiro sai em viagem para os EUA e deixam uma filha em casa. Sérgio Mallandro é o taxista que leva os ricaços pro aeroporto e ouve a conversa dos playboys. Se oferece para trabalhar na casa e arranja um bico para sua namorada e para um casal de amigos. Durante a ausência da família, Serginho usa dos luxos todos que uma casa de classe média alta carioca pode oferecer.

– Reportagem mostra vida dos que moram em porões de Seul e inspiraram ‘Parasita’

Parecido, né? A diferença está no fim: enquanto Parasita é um banho de sangue calcado na luta de classes, Sonho de Verão vira uma festança com dezenas de Paquitos e Paquitas aproveitando a mansão do Mallandro, como um bom filme brasileiro dos anos 90.

Pois é: se no ano passado Sérgio Mallandro reclamou do fardo de ser humorista, com a frase “Ninguém me leva a sério. Acompanhando um enterro, ouvi ‘glu-glu”, dita em entrevista ao Globo, talvez seja a hora de aproveitar a chance de pedir um pedacinho do Oscar de Melhor Roteiro Original de ‘Parasita’.

Todas as semelhanças vieram desse post maravilhoso no Facebook:

Publicidade

Fotos: Reprodução/Facebook


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.


X
Próxima notícia Hypeness:
Cheiro de livro: perfume traz fragrância com aroma de 1 milhão de livros