Inspiração

Ana Victória e a história inspiradora da 1ª modelo com microcefalia do mundo

por: Yuri Ferreira


A gente sabe como o mundo da moda tem dificuldades em ser inclusivo. Com a manutenção de um padrão de beleza extremamente irreal, milhares de pessoas são excluídas das agências e passarelas por não se encaixarem nas ideias da indústria. Mas aos poucos, a diversidade vem ganhando espaço e transformando a ideia das pessoas sobre a moda.

A história que vamos contar hoje é de Ana Victória Lago, a primeiro modelo com microcefalia do mundo. Natural de Rondônia, no norte do nosso país, a modelo de 20 anos é o símbolo de que é possível pensar para fora do padrão quando falamos de beleza.

– Modelo com deficiência de mesma agência de Gisele é sensação em passarela de NY

Ana é a primeira modelo com microcefalia do mundo

Desde criança ela sempre teve um apreço pelo mundo da moda e da maquiagem. Mas os médicos sempre afirmaram que a condição da microcefalia seria uma grande barreira para seu desenvolvimento. A mãe de Ana, Viviane Lima acreditava que não.

Ela levou sua filha para uma agência de modelos e Ana supreendeu pela sua habilidade quase inata para as poses e posturas que a profissão exige. “O pessoal da agência ficou encantado com as poses, com a postura dela. A dona viu e disse logo que ela tinha jeito de modelo. Os médicos disseram que ela não ia andar e nem falar e agora modelo? Um sonho.”, afirmou a mãe em entrevista pública ao HuffPost Brasil.

– Fotógrafo com vitiligo faz ensaio arrasador com modelos na mesma condição

Após o primeiro book, a agência gostou muito de Vitória e resolveu incluí-la em seu cartel de modelos. O preconceito, no entanto, ainda é uma barreira para boa parte das empresas.

“A gente sabe que nesse mundo ainda existem muitas pessoas cruéis. E foi o que aconteceu, assinamos um contrato de um ano com a agência e nesse período, ela encaixava a Ana nos testes para algumas empresas e recebia respostas do tipo ‘que não queriam esse tipo de pessoa no seu casting’”, contou a mãe ao Razões Para Acreditar.

Com o tempo, a mãe de Ana tem tentado a incluir em trabalhos de moda inclusiva, e vem buscando cada vez mais apoio de diversas organizações para que as passarelas sejam transformadas.

“Teve já empresas que procuraram ela para fazer divulgação de produtos, mas ela ainda não tem aquela desenvoltura para falar, ela ainda não está preparada. Por conta da microcefalia, ela tem um déficit de fala e de entendimento, mas acredito muito que num período curto de tempo, a empresas consigam se adaptar ao perfil da Ana Victória e ela deles”, relatou a mãe ao Razões.

– Mulher com condição rara torna-se modelo e celebra: ‘Minha pele é arte!’

Siga Ana no Instagram e acompanhe a sua luta e de sua família por diversidade no mundo da moda:

View this post on Instagram

Boa noite!!! 😘😘😘😘😘

A post shared by @anavictorialago (@anavictorialago) on


Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Projetos levam alimento e amor a comunidades e pessoas em situação de rua durante a pandemia