Debate

Apresentador do ‘JN’ com Covid-19 sai da UTI e respira sem aparelhos

por: Karol Gomes

Boa notícia em meio a tanta informação sobre a pandemia de coronavírus: o apresentador piauiense do ‘Jornal Nacional’ Marcelo Magno Ribeiro Barbosa, que foi infectado pela Covid-19, saiu da UTI e já respira sem ajuda de aparelhos. 

Ele está consciente e interagindo, segundo boletim médico divulgado nesta terça-feira (24). Antes de pensar em alta para o jornalista, os médicos irão mantê-lo em vigilância respiratória e monitoramento. 

– Italiana de 95 anos é a mais velha do mundo a vencer o coronavírus

Barbosa é um dos integrantes do rodízio de fins de semana do ‘JN’ e apresentou o telejornal no último dia 7 de março. Na última sexta-feira (20), durante a edição do jornal, William Bonner contou que Marcelo Magno, 37 anos, buscou atendimento médico ao observar os primeiros sintomas, mas foi dispensado num primeiro momento.

Segundo Bonner, o apresentador chegou ao Rio de Janeiro, onde o telejornal é gravado, no dia 5, parecendo estar ‘bem de saúde‘. Retornou a Teresina no dia 8, após nove horas de conexão no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A suspeita é de que ele tenha contraído Covid-19 durante a conexão.

– Quem é o brasileiro Nobel da Paz morto por coronavírus

Na madrugada do dia 15, após ter sido dispensado do primeiro atendimento hospitalar, ele apresentou quadro de febre e retornou ao hospital, onde foi internado. Três dias depois (18), queixou-se de muito cansaço e foi levado para a CTI, onde foi posto em respiração mecânica.

Na afiliada da Globo no Piauí, onde Barbosa atua de maneira fixa, 26 pessoas apresentaram sintomas e 100 foram colocadas em quarentena. As produções locais são realizadas pela Globo Recife. 

– Jornais de todo país unificam capas: ‘Juntos, vamos derrotar o coronavírus’

Como apontou Mauricio Stycer em sua coluna no UOL, foi a primeira vez que uma redação jornalística suspende totalmente as suas atividades desde que a pandemia alcançou o Brasil. Os jornalistas têm sido um dos grupos a serem expostos aos riscos de contaminação para priorizar levar informações ao público a respeito do coronavírus. 

Publicidade

Foto: Reprodução / TV Globo


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Maconha começou a ser criminalizada com lei racista contra negros escravizados