Estilo

As fotógrafas queers e não binárias que estão revolucionando o mundo da moda

19 • 03 • 2020 às 19:33 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Por mais que muitos pensem a indústria da moda como algo frívolo e vazio, o fato é que se trata de uma das forças mais influentes e representativas de toda a indústria cultural. O imaginário do mundo fashion é também o imaginário dos sonhos e anseios de muita gente – e por isso o crescente movimento por representatividade dentro da moda é tão importante. Nisso há o óbvio: poucas indústrias são tão determinantes para aquilo que se torna os padrões de beleza e de corpo como a da moda. Com isso, o trabalho de fotógrafas mulheres queer e não binárias vem se tornando como uma frente de atuação e revolução no que diz respeito à representatividade fashion.

© Collier Schorr

Se no passado um nome como o da fotógrafa estadunidense Collier Schorr eram raros no uso de temas como desejo e universo queer e mais ainda sobre ambiguidade de gênero no mundo fashion, atualmente um número maior de artistas se dedica a ampliar o normativo repertório da moda. Partindo de uma vasta reportagem feita pelo site Dazed Digital, selecionamos alguns nomes que trabalham com o ponto de vista queer e não binário para o mundo fashion, transformando o imaginário da moda e, com isso, ajudando a ampliar o imaginário do mundo.

OTTILIE LANDMARK

HEATHER GLAZZARD E NORA NORD

LANEE BIRD

EMMIE AMERICA

SIMONE NIAMANI

Publicidade

Canais Especiais Hypeness