Inspiração

Coronavírus: luzes de Natal voltam às casas em corrente de esperança; veja fotos

por: Yuri Ferreira

A crise de coronavírus é um evento singular de proporções inimagináveis na nossa sociedade. O estado calamidade sob o qual milhões de pessoas estão vivendo agora pode nos deixar em pânico, mas não é necessário perder a esperança.

É por isso que diversas pessoas ao redor do mundo – e em especial nos EUA – estão reacendendo as luzes de Natal em suas casas em uma corrente para reduzir o medo e lembrar que passaremos por essa crise, o quanto tempo demore, com esperança.

– Coronavírus: Pink dá aula de piano ao vivo via internet; veja outros shows de famosos no Instagram

Placa no jardim dos EUA diz: “Sem escuridão e medo durante esses tempos assustadores, apenas esperança, felicidade e luzes de natal cafonas”

A corrente se espalhou ao redor da América do Norte e diversas famílias recolocaram as suas luzes de LED ao redor de suas casas para relembrar o tempo de esperança, amor e união que é simbolizado pelo Natal. Alguns tiveram um trabalho mais fácil: esqueceram de tirar desde o fim do ano e só tiveram que recolocar na tomada.

A corrente de esperança que está sendo feita nos EUA lembra um outro fenômeno viral que está acontecendo na Itália. Durante a quarentena, centenas de vídeos se espalharam de pessoas cantando de suas sacadas para passar de maneira mais unida o tempo de distanciamento social.

Confira fotos de algumas famílias que religaram suas luzes de natal para dar esperança durante esses tempos obscuros:

– Coronavírus: Pink dá aula de piano ao vivo via internet; veja outros shows de famosos no Instagram

Publicidade

Fotos: Reprodução/Twitter


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Casal com covid-19 tem último encontro em cama de hospital