Debate

Coronavírus mata ator de ‘Star Wars’ e que treinou elenco de ‘Senhor dos Anéis’

por: Yuri Ferreira

O ator Andrew Jack morreu de coronavírus na manhã do dia 31 de março. Conhecido por ter interpretado o Major Caluan Ematt nos filmes ‘O Despertar da Força’ e ‘Os Últimos Jedi’, lançamentos recentes da franquia Star Wars, Jack tinha 76 anos e faleceu devido à complicações causadas pela SarS-CoV-2, conforme informações disponibilizadas pela sua empresária Jill McCullough. Sua mulher se mantém em quarentena devido à pandemia de coronavírus.

– Quem é o brasileiro Nobel da Paz morto por coronavírus

Andrew Jacks foi um dos principais preparadores de sotaque de Hollywood

Andrew Jack era conhecido não somente por seu trabalho como ator, mas também por ser um exímio preparador de sotaques. Jack foi praticamente um compositor de dialetos na saga de O Senhor dos Anéis, além de ter colaborado em filmes como Vingadores – Ultimato. Recentemente, trabalhava no novo filme ‘The Batman’, em que Robert Pattinson interpretará o sombrio super-herói da DC.

“Ele é um dos sujeitos mais bondosos e talentosos com quem já tive o prazer de ter trabalhado.”, afirmou o ator Greg Gunberg, com quem trabalhou na última trilogia de Star Wars, à BBC Britânica. “Era cheio de vida, engraçado e bom de se ter ao lado. Ainda estava trabalhando a todo vapor, e estava fazendo exercícios no novo Batman”, afirmou a sua empresária Jill McCullough em nota.

– Rita Lee diz ser ‘o vírus do amor’ em vídeo lindo contra o coronavírus

Situação do coronavírus no mundo

O coronavírus continua se espalhando ao redor de todo o mundo. Segundo o worldometers.info, site que compila informações oficias de todos os países e autoridades de saúde pelo mundo, já estamos com mais de 850 mil casos em todo o planeta. São mais de 40 mil mortes confirmadas até então.

– Coronavírus prova porque o SUS e a pesquisa universitária realmente importam

Na Inglaterra, país de Andrew Jack, já são 25 casos e quase 2 mil mortes. Na Itália, o número de mortos já supera os 11 mil e a curva de infecção parece ter se estabilizado. Nos Estados Unidos, somente ontem foram confirmadas mais de 20 mil novas infecções, apesar de um número de mortes bastante reduzido. No Brasil, o coronavírus tem se espalhado, mas não chegamos ao pico esperado de infecções: são 5 mil casos e 201 mortes.

 

Publicidade

Fotos: Divulgação


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Coronavírus: pensador diz que pós-pandemia pode ser de sofrimento ou solidariedade