Debate

Covid-19: apresentador do ‘Jornal Nacional’ respira com ajuda de aparelhos em UTI

por: Karol Gomes

Segundo comunicado da TV Clube, afiliada da TV Globo no Piauí, o jornalista Marcelo Magno Ribeiro Barbosa, um dos integrantes do rodízio de fins de semana do Jornal Nacional, testou positivo para o coronavírus. Ele está internado em estado grave, na UTI de um hospital particular de Teresina, dependendo de ventilação mecânica.

Ontem, outro boletim médico informava que o primeiro teste de Marcelo para Covid-19 havia dado negativo, mas uma contraprova seria feita. Marcelo havia apresentado o Jornal Nacional no último dia 7 de março. 

– Coronavírus: Drauzio Varella exercita cidadania e ensina o jeito certo de lavar as mãos

O apresentador do JN é um dos três pacientes com coronavírus no Piauí. No estado, são 65 casos sob suspeita para a Covid-19. O secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, informou que os três pacientes estão em tratamento e sendo acompanhados por especialistas.

O governo do estado decretou estado de calamidade e determinou o fechamento de shoppings, bares, restaurantes, cinemas, clubes, academias, casas de espetáculo e clínicas de estética, além de atividades de saúde bucal/odontológica, públicas e privadas, exceto aquelas relacionadas aos atendimentos de urgência e emergência. Eventos esportivos também estão suspensos no Piauí. 

– Coronavírus: mulheres e universitárias, elas precisaram de 48h para sequenciar o Covid-19

No Brasil, temos boas e más notícias sobre a proliferação do vírus. Enquanto o primeiro paciente diagnosticado no Brasil está curado, também registramos, infelizmente, quatro mortes por causa da doença. Oficialmente são 641 infectados em 20 estados e no DF, segundo balanços das secretarias estaduais de saúde. O Ministério da Saúde fala em 428 infectados.

A pandemia do coronavírus está transformando a rotina Rede Globo, que precisou alterar a grade de novelas e abrir mão de plateia em programas como Domingão do Faustão e Big Brother Brasil

– Como coronavírus expõe racismo e xenofobia contra orientais no Brasil

Enquanto no Projac a maioria dos funcionários seguem sem trabalhar na quarentena, a grade de jornalismo cresce para cobrir melhor as notícias com relação a pandemia. O Jornal Nacional anunciou as mudanças e avisou que os jornalistas estariam protegidos durante a cobertura, tendo, entre outras medidas, seus microfones esterilizados logo depois do uso. 

A recomendação da Organização Mundial de Saúde para eliminar o vírus mais eficientemente continua sendo a higienização constante e correta das mãos e distanciamento social, se possível.

Publicidade

Foto: Reprodução / TV Globo


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Desplante: Monica Benini celebra a retirada das próteses de silicone, ‘me reencontrei’