Ciência

Cuba diz que produz vacina contra o coronavírus e que já curou 1.500 pessoas na China

Redação Hypeness - 12/03/2020 | Atualizada em - 16/03/2020

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, destacou o uso do governo chinês para combater o coronavírus com o ‘Interferon alfa 2B’ (IFNrec) no tratamento contra a doença.

O medicamento cubano, que é produzido desde 25 de janeiro na fábrica chinesa Chang-Heber, já conseguiu curar mais de 1.500 pacientes, diz o governo de Cuba, e é um dos 30 medicamentos escolhidos pela Comissão Nacional de Saúde da China para curar a condição respiratória.

– Naomi Campbell está pronta para enfrentar o coronavírus e todos os germes do mundo

O medicamento cubano é produzido desde 25 de janeiro

O interferon alfa 2B tem a vantagem de ser um mecanismo para se proteger. Seu uso impede o agradavelmente do vírus. 

O IFNrec também é aplicado contra infecções virais causadas pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), papilomatose respiratória causada por papiloma humano, condiloma acumulado e hepatite tipos B e C, além de terapias contra vários tipos de câncer.

– Tom Hanks, infectado com coronavírus, passa serenidade necessária: ‘Um dia de cada vez, não?’

Apesar do bloqueio econômico, financeiro e comercial que os Estados Unidos mantêm contra a ilha do Caribe, o sistema médico cubano tem sido reconhecido internacionalmente.

Por exemplo, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) parabenizou a ilha em 2018 por alcançar a menor taxa de mortalidade em sua história, com 4,0 por mil nascidos.

– Jornal inglês lista os melhores trechos de músicas de 20 segundos para ouvir lavando as mãos e evitar o Coronavírus

Em 2015, recebeu o primeiro reconhecimento mundial da Organização Mundial da Saúde (OMS) ao eliminar a transmissão do HIV de mães para filhos e das bactérias causadoras da sífilis. 

Não é vacina 

O anúncio do governo cubano gerou uma série de contestações. Embora o presidente Miguel Díaz Canel tenha usado o Twitter para dar a notícia, o medicamento ‘Interferon alfa 2B’ (IFNrec) não pode ser visto como uma vacina. 

O remédio é um antiviral usado no tratamento, já que órgãos de saúde de diversos países afirmam que uma vacina pode estar disponível em um prazo de até um ano. Ou seja, Cuba não tem a solução. Isso não quer dizer que a ilha não seja capaz de chegar ao resultado desejado. 

Publicidade

Foto: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Lontra gigante é vista após 40 anos na Argentina; espécie ainda é encontrado no Rio Amazonas