Arte

‘É Tudo Verdade’: festival faz 25 anos com versão online com 30 filmes grátis

por: Yuri Ferreira

Já pensou em ver vários filmes de graça online na quarentena? O festival internacional de documentários ‘É Tudo Verdade’ está completando 25 anos em 2020 e, para dar uma ajuda aos isolados durante a epidemia do coronavírus, disponibilizou vários filmes de seu catálogo para você assistir online gratuitamente na sua casa. As obras oferecidas já estavam sendo exibidas em salas de cinema ao redor do país, mas devido à quarentena, a organização do festival resolveu liberar para os amantes da sétima arte poderem apreciá-las no sofá.

O ‘É tudo verdade’ liberou seu acervo no site do Itaú Cultural, no Canal Brasil Play no SpCinePlay. Entre 26 de março e 25 de junho (a variar da plataforma), você pode apreciar documentários premiados gratuitamente para expandir seu conhecimento sobre cinema e conhecer novas realidades através da tela do seu computador, smartphone ou televisão.

– Editora libera um e-book grátis por dia para deixar sua quarentena mais feliz

Série que homenageia as diretoras mulheres de documentários será disponibilizada gratuitamente no ‘É Tudo Verdade’

“Realizar o É Tudo Verdade 2020 online é uma iniciativa inédita, que a equipe do festival e nossos patrocinadores e parceiros abraçaram com todo empenho como gesto de solidariedade social frente às restrições também inéditas à vida cotidiana em todo o Brasil”, contou ao Huffington Post Brasil o crítico Amir Labaki, diretor-fundador do festival.

Na plataforma Itaú Cultural, serão exibidos filmes já premiados pelo Festival Internacional de Documentários nos anos anteriores, como ‘Nós que Aqui Estamos por Vós Esperamos’, de Marcelo Masagão ou ‘Rocha que Voa’, de Erik Rocha. Além disso, a série A ‘Herança da Coruja, de Chris Marker’, foi restaurada e está disponível de maneira inédita no site do IC.

– Met Museum disponibiliza 500 livros de arte para download gratuito

No SPCinePlay, o catálogo mostra o ciclo ‘As Diretoras no É Tudo Verdade’. São 10 longas dirigidos por mulheres, valorizando a produção feminina no cinema. A plataforma também conta com uma homenagem ao ícone José Mujica Marins, o Zé do Caixão, que faleceu em fevereiro desse ano. Os documentários da primeira edição de Festival também estão disponíveis no ciclo ‘Ano 1: A Safra Brasileira no É Tudo Verdade 1996’. Também vale acessar a plataforma do SpCinePlay pelo seu incrível acervo, como a filmografia completa de Hector Babenco, Lúcia Murat ou também o catálogo da Mostra Internacional de Cinema.

José Mojica Marins em ‘O Profeta da Fome ‘, de 1971

– Eles rodaram o mundo reunindo histórias de amor para um documentário

Já no Canal Brasil Play, quem ganha espaço graças ao festival é a série ‘Cineastas do Real’, de Labaki. Duas temporadas da série que investiga a criação de 26 de cineastas brasileiros estão disponíveis online para quem quiser entender melhor a vida do documentarista no Brasil.

Para conferir a programação online do ’25º Festival Internacional de Documentários – É Tudo Verdade’, é só acessar o site oficial do evento. As datas para a realização do festival presencialmente – entre os dias 24 de setembro e 4 de outubro, no circuito de salas de cinema de São Paulo e do Rio de Janeiro – ficaram mantidas por enquanto.

Publicidade

Fotos:  foto 1: Divulgação/foto 2: Wikipédia


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
De fomes e vontades: dois bichos, eles | Do Amor #134