Inspiração

Einstein, Gerdau e Ambev vão construir hospital com 100 leitos para pacientes com Covid-19

por: Redação Hypeness

Em meio ao avanço da pandemia do novo coronavírus pelo país, a Prefeitura de São Paulo uniu forças com a Ambev, a Gerdau e o Hospital Israelita Albert Einstein para construir um novo centro de tratamento para a Covid-19. O hospital receberá 100 novos leitos comuns que atenderão o público exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em um anexo ao Hospital Municipal M’Boi Mirim – Dr. Moysés Deutsch, na zona sul de São Paulo, onde o Einstein já é responsável pela gestão.

Segundo comunicado à imprensa, as obras começaram nesta terça-feira (24) e a nova área terá seus primeiros 40 leitos entregues em 20 dias. A nova unidade de saúde continuará operando após a pandemia, pois será entregue à Prefeitura de São Paulo e passará a integrar a rede pública de saúde do município.

– Italiana de 95 anos é a mais velha do mundo a vencer o coronavírus

 

A ideia é tratar casos leves da Covid-19, mas que precisam de atenção

– Jornais de todo país unificam capas: ‘Juntos, vamos derrotar o coronavírus’

O custo do empreendimento está estimado em R$ 10 milhões e os organizadores buscam mobilização de mais empresas para transformar os leitos comuns em estruturas de UTI.

De acordo com comunicado da Ambev, a fabricante de bebidas, que fará a gestão do projeto e arcará com os custos de construção, informa que os leitos serão estruturados a partir de técnica de construção modular, criada pela Brasil ao Cubo, uma construtech brasileira.

Essa técnica permite entregar obras em caráter definitivo e com velocidade que já que é quatro vezes mais rápida do que uma construção comum. Já Gerdau providenciará a estrutura metálica da construção. O aço fornecido pela empresa é a principal matéria-prima para o método construtivo escolhido.

O Hospital Israelita Albert Einstein ficará com a gestão do atendimento e enviará a nova unidade, aproximadamente 200 profissionais, entre médicos e equipe multidisciplinar, para atendimento 24h.

A administração explicou que os novos leitos não serão para casos graves, mas sim para pacientes estáveis, com discreta insuficiência respiratória, mas que de alguma maneira necessitam internação. O Hospital tem, atualmente, 91 pacientes, sendo 50 confirmados e 41 suspeitos para a Covid-19 – 26 estavam na UTI.

Ao menos 200 profissionais vão trabalhar no novo hospital

– Quem é o brasileiro Nobel da Paz morto por coronavírus

A nova estrutura será montada no estacionamento da Unidade Morumbi, na Zona Oeste da capital paulista, e terá 30 leitos de clínica. Haverá mais 120 leitos, que ainda estão em negociação e serão montados em áreas externas.

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, nesta quinta-feira (26), novos dados do coronavírus no Brasil: são 2.587 casos confirmados (Sars-Cov-2) com 61 mortos. A maior parte das mortes, 48 delas, ocorreu em São Paulo. De acordo com o pesquisador do Instituto de Física Teórica da Unesp e membro do Observatório Covid-19 Brasil, Roberto Kraenkel, até sexta-feira, o número de casos confirmados no país pode chegar a 7 mil.

Publicidade

Fotos: foto 1: Getty Images/foto 2: EBC


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
14 filmes que vão te dar motivos para sorrir nessa quarentena