Diversidade

Ensaio fotográfico mostra que elas não são deficientes: são mulheres

por: Yuri Ferreira

Quando falamos de representatividade, pessoas com deficiência ou que não fazem parte do padrão de beleza são constantemente deixadas de fora dos espaços de poder e representação. Segundo a agência Zeebeedee, as pessoas  com deficiência são as mais sub-representadas na mídia – existem mais linhas fashion para animais do que para pessoas com deficiência.

Mas existe muita gente que está lutando contra isso, como a própria Zeebeedee, uma agência focada em modelos com deficiência. Ela fez um poderoso ensaio com diversas mulheres com vários tipos de deficiência, colocando em pauta essa representação no Dia Internacional das Mulheres.

– Irmãs albinas com 12 anos de diferença fazem ensaio estonteante

– Ana Victória e a história inspiradora da 1ª modelo com microcefalia do mundo

A missão do ensaio que conta com diversas deficiências: desde distúrbios neurológicos até deficiências física e malformações, uma grande quantidade de mulheres

“Essa sessão de fotos me tirou da minha zona do conforto porque eu me senti completamente vulnerável e exibi todas as minhas inseguranças para o mundo todo ver. De qualquer maneira, isso fez eu me sentir incrivelmente empoderado e me mostrou uma nova maneira para olhar a mim mesma, dando carinho e auto-amor que eu nunca havia sentido antes”, afirmou Naimh, de 20 anos, que tem displasia ectodérmcia, uma doença de pele hereditária.

– Ensaio poderoso retrata a intimidade de pessoas com deficiência física

A campanha procura refletir nos impactos de gênero que ser uma mulher com deficiência tem e como as questões de autoestima aparecerem nesse grupo.

“Quanto você esquece a feminilidade de uma mulher quando ela tem deficiência? Kathleen, por exemplo, deveria ser descrita como uma mulher que tem síndrome de down ou como uma portadora de síndrome de Down que calhou de sser uma mulher? Não é uma resposta tão simples quanto você pensa. Especialmente no Dia Internacional das Mulheres. Mas na maioria dos dias, ela é vista de outra maneira”, afirmou a empresa em comentário sobre uma das modelos.

Confira algumas imagens do ensaio:

Niamh tem displasia ectodérmica

 

Gemma tem Nevo melanocítico ao redor de toda sua pele

 

Clara tem Sìndrome de Ehlers Danlos e por isso usa cadeira de rodas

 

Maya tem uma grave condição nos nervos e forte escoliose

 

Lindy é surda

 

Cara tem um distúrbio neurológico que faz com que ela fique na cadeira de rodas durante parte do tempo

 

Monique tem uma doença raríssima que deixa seus ossos frágeis, sendo facilmente quebrados a todo momento

 

Publicidade

Fotos: © Zeebeedee


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Série fotográfica imagina princesas da Disney como mulheres negras